F1: Bom resultado de Grosjean não influenciará decisão da Haas para 2021

compartilhar
comentários
F1: Bom resultado de Grosjean não influenciará decisão da Haas para 2021
Por:

Gunther Steiner valorizou resultado do piloto francês, mas afirmou que isso não afetará sua decisão sobre os pilotos do ano que vem

O chefe da Haas, Gunther Steiner, disse que o nono lugar de Romain Grosjean no GP de Eifel do último final de semana não terá qualquer influência na escolha do piloto para a próxima temporada. Steiner está atualmente em discussões com o dono da equipe, Gene Haas, sobre o que fazer com a escalação para 2021, depois de admitir que há uma lista de 10 nomes sendo analisados.

Em meio às indicações crescentes de que a Haas buscará substituir pelo menos um de seus atuais pilotos, com Grosjean provavelmente não tendo seu contrato estendido, a corrida do francês em Nurburgring veio em hora certa.

Leia também:

Mas Steiner minimizou qualquer sugestão de que o desempenho de Grosjean pudesse afetar sua decisão sobre os pilotos. “Acho que não”, disse Steiner. “Não podemos ser tão emocionais, podemos ir de corrida em corrida e decidir, você sabe”.

“Como eu sempre disse, é uma decisão de longo prazo, não de curto prazo. E não quero cair nessa armadilha”.

“Eu fico muito estável nisso. É o que eu sempre disse: queremos avaliar como a equipe pode atuar, ou como achamos que ela terá um melhor desempenho, com quais pilotos nos próximos dois, três, quatro anos”.

A Haas tem sido associada a uma grande variedade de pilotos, incluindo Sergio Pérez, Nico Hulkenberg, Nikita Mazepin e Mick Schumacher.

Questionado sobre quais eram as probabilidades de uma decisão ser tomada antes do GP de Portugal, Steiner disse: “Quer ir fazer uma aposta? Isso é ilegal se você me perguntar, sabe? Então, eu não posso responder isso. Não, as chances são muito pequenas”.

O resultado de Grosjean em Nurburgring deixou a Haas apenas dois pontos atrás da Alfa Romeo no campeonato de construtores, faltando seis corridas para o final. No entanto, Steiner disse que terminar entre os dez primeiros era tão importante para a moral da equipe quanto qualquer outra coisa.

“Estamos mais perto da Alfa Romeo, mas é principalmente para os caras”, disse ele. “Para todos é apenas uma sensação boa. Isso mantém todos motivados. E acho que todos fizeram um bom trabalho no final de semana”.

“É uma sensação ótima, devo admitir, e é muito importante. Mas não só pela posição do campeonato, também pela moral das pessoas. Quer dizer, eles trabalham, semana após semana, apenas tentam obter um pouco de felicidade no final de semana. E nós tivemos um pouco de felicidade”.

Haas VF-20

(Temporada 2020)

Haas-Ferrari VF-20
Motor: Ferrari
Combustível: Shell
Pneus: Pirelli

Pilotos:

8 - Romain Grosjean

20 - Kevin Magnussen

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton 'DÁ O TROCO' em Stewart e cia e elege o momento de maior 'DRAMA' em sua carreira na F1

PODCAST: Recordes de Hamilton e Schumacher são comparáveis?

 

F1: Mercedes diz que não teve preocupações com volante de Hamilton no GP de Eifel

Artigo anterior

F1: Mercedes diz que não teve preocupações com volante de Hamilton no GP de Eifel

Próximo artigo

F1: Red Bull admite que prefere assumir projeto de motores da Honda

F1: Red Bull admite que prefere assumir projeto de motores da Honda
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Equipes Haas F1 Team
Autor Jonathan Noble