F1: Carro de 2022 da Haas é aprovado no crash test obrigatório

Equipe espera melhorar rendimento com regulamento de 2022, mas admite que progressão não será grande, devido ao tamanho de sua estrutura

F1: Carro de 2022 da Haas é aprovado no crash test obrigatório
Carregar reprodutor de áudio

Os preparativos para a temporada 2022 da Fórmula 1 seguem a mil nos bastidores, e a Haas confirmou nesta quinta (23) que seu carro para o próximo ano já foi aprovado nos testes de colisão (crash test) obrigatórios.

Antes dessa temporada, a equipe americana havia finalizado a construção do carro no Bahrein, pouco antes da pré-temporada, já que o chassi não havia sido modificado em comparação a 2020. Mas com a mudança no regulamento, as equipes terão novos carros e, por isso, a Haas finalizará a construção na fábrica da Dallara, na Itália, antes de viajar para Barcelona, no primeiro de dois testes.

Leia também:

O chefe da Haas, Gunther Steiner, havia dito anteriormente que tinha a esperança de que os testes seriam concluídos antes do Natal, o que foi confirmado nesta quinta.

 

"Fizemos alguns crash tests preliminares porque você não quer fazer o do chassi todo logo de cara", disse Steiner mais cedo em Abu Dhabi. "Você faz apenas uma parte. Com sorte, você passa nesse, é o objetivo. E não, o carro será montado antes [do primeiro teste] e montaremos ele novamente na Itália, como antes".

"Não fizemos isso no ano passado porque era o mesmo carro. Era o de 2020 com algumas pequenas mudanças, mas agora vamos montá-lo na Itália, porque o pessoal técnico está lá e boa parte dos componentes são feitos pela Dallara. Então é melhor fazer na sede deles a montagem do primeiro carro e aí levamos para a Espanha [para a primeira parte da pré-temporada]".

A Haas optou por não desenvolver o carro durante a temporada de 2021, focando apenas no modelo do próximo ano para obter um salto de performance com o novo regulamento. Isso fez com que a equipe ficasse no fundo do grid no campeonato, sendo a única a não pontuar.

Mas Steiner admite que a abordagem da Haas não esconde o fato da equipe ser a menor do grid, então não dá para esperar grandes progressos.

"Acho que ainda seremos os azarões, tentando ir além do que esperado de nós, porque a estrutura é a mesma de 2018, 2019. Mudamos um pouco, em vez de usar o pessoal da Dallara, agora temos a nossa equipe e alguns da Ferrari que vieram para cá, por causa do teto orçamentário. Mas ainda somos a menor equipe".

"Acho que em termos de pessoal, produção, obviamente somos os menores, ainda estamos na base de 2018. E queremos voltar para 2016, 2017, 2018, 2019, seja o que for. Queremos ser conhecidos por isso".

Mari Becker revela bastidores de tretas de Hamilton x Verstappen na F1 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #154 - Giaffone analisa polêmica de Abu Dhabi e ano de Verstappen e Hamilton

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Podcast #154 - Giaffone analisa polêmica de Abu Dhabi e ano de Verstappen e Hamilton
Artigo anterior

Podcast #154 - Giaffone analisa polêmica de Abu Dhabi e ano de Verstappen e Hamilton

Próximo artigo

F1: Mariana Becker revela bastidores das tretas na disputa Hamilton x Verstappen que viu de perto em 2021

F1: Mariana Becker revela bastidores das tretas na disputa Hamilton x Verstappen que viu de perto em 2021