Fórmula 1 GP da Emilia Romagna

F1: De Vries relata como ficou preso na enchente em Ímola

Piloto da AlphaTauri deu uma indicação de como as condições estavam difíceis na região

Nyck de Vries, Scuderia AlphaTauri

Nyck de Vries deu seu relato sobre a chuva e as enchentes que tomaram conta da região de Ímola há duas semanas e que contribuíram diretamente no cancelamento do GP da Emilia Romagna de Fórmula 1 que aconteceria neste fim de semana.

Leia também:

O piloto holandês também agradeceu às pessoas que o ajudaram ao longo do caminho - incluindo um membro da equipe McLaren - já que a região italiana foi afetada por fortes chuvas que levaram à evacuação de pessoas de suas casas.

Em uma postagem no Instagram, De Vries explicou os problemas que sofreu na terça-feira ao tentar chegar à fábrica de sua equipe na cidade de Faenza, que foi gravemente afetada pelas enchentes. Rodovias e pontes foram fechadas devido ao volume de água, enquanto outras foram bloqueadas por deslizamentos de terra.

Ele também não conseguiu chegar ao hotel e acabou recebendo um quarto alternativo em outro lugar por um membro da equipe de box da McLaren.

"Terça à noite, 23h30, a caminho de Faenza, antes de um dia de marketing na fábrica da SAT ( Scuderia AlphaTauri)  na quarta-feira", escreveu ele. "Está chovendo muito, Faenza já está inundada e não consigo chegar ao meu hotel. Voltar para a autoestrada também não é uma opção."

"Preso em uma pequena cidade com um hotel lotado. Felizmente, a McLaren já havia ficado presa lá antes e Frazer, o homem da frente, teve a gentileza de me ceder seu quarto. Na manhã seguinte, o saguão do hotel se tornou um abrigo de emergência para pessoas forçadas a fugir de suas casas durante a noite."

 

Depois de ter sido confirmado ao meio-dia (horário local) de quarta-feira que a corrida não iria acontecer, De Vries lutou para sair da área e acabou fazendo uma rota de cross-country.

“Depois do anúncio da F1, só vi uma opção para voltar para casa: passar por Florença”, explicou. "Depois de uma viagem aventureira pelas montanhas, graças à ajuda da população local e das autoridades de diferentes cidades, finalmente cheguei em casa são e salvo."

"Obrigado a cada pessoa que teve a gentileza de me ajudar. Foi realmente emocionante ver tantas pessoas cuidando umas das outras." Meus pensamentos estão com todos aqueles ainda afetados por esta tragédia. Em breve estarei de volta a Faenza para encontrar minha equipe e as pessoas da região."

Pilotos e equipes de F1 apoiaram amplamente a decisão de cancelar o GP, mas o cronograma congestionado levanta dúvidas se o evento pode ser realizado posteriormente ainda neste ano.

Binotto na Alpine? Ex-Renault, Rico Penteado comenta possibilidade e critica CEO da equipe

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #230 – Campeonato terá ‘revolução’ após começo da 'perna europeia' da F1 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Após cancelamento de Ímola, Mercedes 'arrisca' e confirma evolução do W14 para o GP de Mônaco
Próximo artigo Massa: "Verstappen pode quebrar todos os recordes da F1"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil