F1: Estilo de pilotagem "especial" da McLaren atrapalha adaptação de Ricciardo

Andreas Seidl, chefe da equipe britânica, disse que todos na McLaren estão se esforçando para ajudar o australiano

F1: Estilo de pilotagem "especial" da McLaren atrapalha adaptação de Ricciardo

Sofrendo para igualar o ritmo do seu companheiro de equipe Lando Norris, Daniel Ricciardo tem um início de trajetória difícil na McLaren. E sua adaptação, segundo o chefe da equipe de Fórmula 1, Andreas Seidl, tem sido atrapalhada pela necessidade de uma pilotagem "especial" do carro.

Até aqui, o australiano ainda não encontrou sua confiança com o carro, principalmente na frenagem, e tem dificuldades de tirar o máximo de performance na classificação.

Leia também:

No GP de Mônaco, ele teve um final de semana especialmente difícil, sendo eliminado ainda no Q2 e tomando volta de Norris durante a corrida.

Seidl disse que a McLaren está fazendo de tudo para ajudar Ricciardo, mas sugere que a origem do problema está no fato do MCL35M, carro de 2021, exigir algo além de uma pilotagem normal.

"Acho que se você olhar para trás, no início da temporada, demos bons passos adiante com ele. Mas, para andar rápido com nosso carro no momento, é preciso uma condução especial, que não é natural para Daniel. É por isso que não é fácil para ele tirar as voltas, extrair a performance".

"Simplesmente temos que seguir trabalhando juntos como equipe: manter a calma, seguir analisando e aprendendo".

"E há ainda duas coisas, que levarão adiante sua adaptação ao carro. Porque, obviamente, ele vê que o potencial está ali, o que acho que é positivo para ele, e que podemos extrair isso".

"E, ao mesmo tempo, olhamos para o lado da equipe também, vendo o que é possível fazer para ajudá-lo com o carro, para dar novamente a ele essa sensação natural que é precisa para ir rápido".

Após o GP de Mônaco, Ricciardo sugeriu que consegue entender onde Norris é mais rápido do que ele, mas que está sofrendo para acompanhar o companheiro de equipe.

"Há diferenças nos dados e é por isso que Lando é mais rápido naquela curva. E eu vejo isso, mas não estou convencido de que sou capaz de fazer isso. Mas veremos. Talvez precise me acostumar ao carro, mas certamente checarão tudo. Quando estou longe assim, é difícil".

Mas Ricciardo também estava consciente sobre os perigos de analisar demais a situação, e sugeriu que o melhor seja desligar tudo um pouco.

"Obviamente seguirei trabalhando mas sinto que o final de semana foi tão ruim que parte de mim só quer desligar por alguns dias, se não é como se eu criasse uma paralisia de tanta análise".

"Já estive nessa situação antes e não quero voltar a ela".

F1: Entenda como SUSPEITA de batida PROPOSITAL implodiu amizade entre HAMILTON E ROSBERG

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Mercedes explica razões por trás do final de semana desastroso em Mônaco

Artigo anterior

F1: Mercedes explica razões por trás do final de semana desastroso em Mônaco

Próximo artigo

F1: Pérez precisa se tornar 'Mr. Sábado' para contornar fraqueza na Red Bull; entenda

F1: Pérez precisa se tornar 'Mr. Sábado' para contornar fraqueza na Red Bull; entenda
Carregar comentários