F1 - Hamilton diz que Mercedes tem carro "incrível", mas pede paciência: "Há um longo caminho pela frente"

Russell destacou também o pouco tempo de contato que a equipe teve com o W15

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W15

Steven Tee / Motorsport Images

Após duas etapas da temporada 2024 da Fórmula 1, Lewis Hamilton vê o W15 da Mercedes com bons olhos, afirmando que é um "carro incrível", e não "uma irmã malvada" dos problemáticos modelos anteriores.

No retorno do efeito solo, em 2022, a Mercedes tentou ser pioneira com o zeropod, mas, desde então, não consegue repetir os feitos dos anos anteriores, levando a uma mudança radical de design a partir do GP de Mônaco de 2023.

Leia também:

Para este ano, o W15 traz de cara uma arquitetura de sidepod mais convencional, com rampa de downwash e mudanças para curar a instabilidade traseira. Mas a Mercedes entra no GP da Austrália deste fim de semana apenas em quarto no mundial, atrás de Ferrari e McLaren. Mesmo assim, Hamilton insiste que a plataforma do carro ainda tem muito a oferecer.

"Definitivamente não é uma irmã malvada ou algo do tipo. Acho que temos um carro incrível, com muito potencial. Apenas não maximizamos as oportunidades através dos ajustes. Obviamente não estamos felizes com a performance nessas primeiras corridas. Mas acho que há muito potencial que ainda não extraímos".

"Esse é o foco de todos, tentar entender o carro. Esperamos que este fim de semana seja um passo adiante".

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 Team

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 Team

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

"Há muito trabalho acontecendo - todos estão focados nos números. Sinto que será um fim de semana positivo. Tivemos duas corridas não muito boas, mas há um longo caminho pela frente".

George Russell, que já disse recentemente que a Mercedes parece regredir ao longo de um fim de semana de corridas, mostrando um bom ritmo nas primeiras sessões, reconhece que o principal problema é a falta de testes.

"Só fizemos três dias de testes e duas corridas. Se você comparar com um time de futebol, se eles só fazem três dias de treinos juntos, nos dois primeiros jogos da temporada, eles ainda estarão compreendendo como tirar o máximo um do outro, maximizando a equipe...".

"Aprendemos muito com as duas primeiras corridas. Acho que definitivamente vamos testar muitas coisas no carro [em Melbourne] para entendermos melhor como tirar o máximo dele".

ALPINE PODE VENDER EQUIPE E COMPRADOR JÁ É COTADO

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast: Verstappen fora da Red Bull? Drugo tem chances em 2025?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Fora dos holofotes, Pérez comenta sobre possível saída de Verstappen da Red Bull
Próximo artigo F1 - Ricciardo rebate críticas de Marko: "Não preciso disso para saber que tenho que melhorar"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil