F1: Horner reage a vazamento de supostas evidências de assédio à funcionária da Red Bull

Christian foi o 'alvo' do envio anônimo das alegadas conversas que teve com integrante da equipe; mensagens de teor supostamente sexual vieram a público

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Erik Junius

Após um email anônimo vazar as supostas evidências do alegado assédio praticado por Christian Horner 'contra' uma funcionária da Red Bull, o chefe taurino também se manifestou nesta quinta-feira, dizendo que não vai comentar os novos fatos, mas mantendo seu discurso de inocência.

O editor recomenda:

"Não vou comentar sobre as especulações, mas reitero que sempre neguei as alegações. Eu respeito a integridade da investigação independente e cooperei totalmente com a investigação em todos os momentos", afirmou o dirigente britânico da 'Red Bull Racing' na Fórmula 1.

"Foi uma investigação completa e justa, feita por profissionais especializados e independentes que negaram a reclamação feita. Eu continuo totalmente focado no começo da temporada", completou Christian.

O 'caso Horner' voltou à tona nesta quinta por causa do vazamento horas após o holandês De Telegraaf publicar que, apesar do comunicado 'inocentando' o inglês na quarta, a funcionária pode recorrer e o caso poderia ser judicializado. Além disso, o jornal reportou uma Red Bull 'dividida'.

O anúncio desta quarta foi feito pela Red Bull GmbH, 'empresa-mãe' na Áustria que é dona da equipe de F1 e tem uma gestão separada do time anglo-austríaco. A companhia contratou um advogado independente para apurar a acusação contra Horner e ele foi mantido à frente da RBR.

Tudo sobre os TREINOS LIVRES da FÓRMULA 1 no BAHREIN | SEXTA-LIVRE

O que a F1 pode fazer para que o domínio de Max não seja desinteressante?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Email anônimo com supostas evidências do 'caso Horner' teria sido enviado a jornalistas e chefes da F1; ele se manifesta
Próximo artigo F1: Horários, previsão do tempo e como assistir à sexta-feira de classificação para o GP do Bahrein de 2024

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil