F1 - Mazepin: ideia de bônus da Haas foi motivada por preocupações sobre saída de funcionários

Plano é estabelecer esquema de incentivo para aqueles que se comprometerem a ficar na equipe

F1 - Mazepin: ideia de bônus da Haas foi motivada por preocupações sobre saída de funcionários
Carregar reprodutor de áudio

Nikita Mazepin disse que a oferta de seu pai à Haas para criar um esquema de incentivos para a equipe foi motivada por preocupações sobre as pressões que o pessoal da Fórmula 1 enfrenta.

Uma programação exaustiva de viagens com rodadas triplas mais regulares, aliada a um calendário de 23 corridas no próximo ano, levou um número crescente de funcionários da F1 a procurar oportunidades de emprego em outros lugares.

Leia também:

A Haas não escapou da perda de vários de seus funcionários, que decidiram não ficar por muito tempo.

Mas, com o time precisando do máximo de gente boa possível, já que se prepara para sair da parte inferior da classificação no ano que vem, Mazepin quer estabelecer um esquema de bônus para aqueles que se comprometerem a ficar.

Falando sobre o motivo pelo qual seu pai fez isso, Nikita Mazepin disse que expressou algumas preocupações sobre a saída de funcionários da Haas.

“Eu disse a ele [seu pai] que estou muito preocupado com as pessoas indo embora, as pessoas boas indo embora”, disse Mazepin.

“Eu sei que pessoas diferentes têm pensamentos diferentes, mas muitas delas estavam financeiramente preocupadas. E eu tenho muita sorte que ele tenha escutado isso."

“Ele tem um histórico incrível de dar o que precisa aos seus funcionários, que chega a mais de 45.000 em suas empresas, e ele é um profissional nisso, não eu."

“Ele teve essa ideia de forma totalmente voluntária para não, digamos, jogar dinheiro nas pessoas, por pior que possa parecer, mas para motivar as pessoas e dar-lhes a oportunidade de realizar certas coisas e serem recompensadas por isso."

Nikita Mazepin, Haas F1, on the grid with his father Dmitry Mazepin

Nikita Mazepin, Haas F1, on the grid with his father Dmitry Mazepin

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

“O mais importante é que aconteceu de forma totalmente voluntária. Ele não ganha nada com isso, eu acho que ele está em uma fase da vida em que quer devolver as coisas porque já teve bastante sucesso."

Mazepin disse que o esquema de bônus era apenas uma sugestão.

“Não tenho a certeza se vai acontecer, porque [a oferta] na verdade tem cláusulas de cuidar das pessoas e dar-lhes uma boa experiência. Isso precisa vir da equipe porque ele [Dmitry Mazepin] é apenas [um patrocinador].”

Embora qualquer aumento na receita da equipe teria que ser incluído nos regulamentos de limite orçamentário da F1, Mazepin disse que Haas estava tão abaixo do teto atual que não causaria um problema com relação a isso.

“Pelo que eu sei, estamos muito abaixo do limite orçamentário de qualquer maneira, então vai ficar um pouco mais perto disso”, disse.

“E isso vai para que as pessoas tenham uma vida melhor. E não só eles, mas também suas famílias tendo uma vida melhor, que é o mais importante para um bom sucesso”, concluiu.

F1 AO VIVO: HAMILTON x VERSTAPPEN na estreia de JEDDAH e tudo sobre os treinos na ARÁBIA SAUDITA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #149: Frank Williams é o maior personagem da F1 fora das pistas?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
VÍDEO: Reveja acidente de Leclerc que interrompeu TL2 em Jeddah
Artigo anterior

VÍDEO: Reveja acidente de Leclerc que interrompeu TL2 em Jeddah

Próximo artigo

F1: Horner diz que Red Bull não irá protestar contra asas traseiras da Mercedes após novo teste da FIA

F1: Horner diz que Red Bull não irá protestar contra asas traseiras da Mercedes após novo teste da FIA
Carregar comentários