F1: McLaren revela que não registrou problemas nos primeiros testes com motor Mercedes

A afirmação vai na contramão da própria montadora alemã, que disse nos últimos dias que enfrentava problemas com o motor de 2021

F1: McLaren revela que não registrou problemas nos primeiros testes com motor Mercedes

Após a Mercedes causar alguma intriga no paddock da Fórmula 1, revelando que estava batalhando com alguns problemas com a nova unidade de potência, a McLaren afirmou que não encontrou nenhum entrave com os motores da montadora alemã em seus primeiros testes.

A informação dos problemas foi divulgada por Hywel Thomas, novo chefe de motores da Mercedes. "Temos alguns problemas com a unidade de potência", disse Thomas em um vídeo divulgado pela Mercedes. "Sabemos quais são e temos planos em ação para resolver tudo. Tenho certeza que estaremos prontos para a primeira corrida".

Leia também:

Os comentários de Thomas foram muito similares ao que Andy Cowell, ex-chefe de motores da Mercedes, disse há um ano, sobre a preparação para a temporada 2020. Na ocasião, a equipe precisou interromper os testes diversas vezes por problemas de confiabilidade.

O atraso no início da temporada, começando apenas em julho, foi mais do que suficiente para que a equipe pudesse resolver todos os problemas. Mas apesar da cautela da Mercedes levantar algumas dúvidas, a McLaren disse que suas primeiras análises com o motor não apresentou nenhum problema.

Após o lançamento do MCL35M, carro de 2021 da equipe, o diretor técnico James Key respondeu se a McLaren tinha alguma preocupação com as unidades de potência da Mercedes: "Olha, acho que essa é uma questão para a Mercedes. Não temos como responder isso".

"Até agora, fizemos testes em escala completa e não registramos nenhum problema. Mas eu diria que a Mercedes é quem consegue responder melhor isso".

Enquanto a McLaren precisa esperar até a pré-temporada no Bahrein para obter uma impressão mais completa de sua performance com os novos motores Mercedes, a equipe já está impressionada com o pacote da unidade de potência, já levando o MCL35M para as suas primeiras voltas nesta terça (16) em Silverstone.

Key disse que o encaixe correto do motor ajudou muito a McLaren, que pode repassar parte de suas horas de trabalho para outras áreas que precisam de foco.

"A instalação do motor Mercedes correu sem problemas. É possível ver que pudemos prestar bastante atenção dos detalhes. Nesse sentido, é um pacote muito direto. E isso nos deu alguns pontos extras".

"O que ficou claro para nós nos últimos meses é que a instalação da Mercedes é boa para trabalhar".

"Tivemos que instalar o motor nesse ambiente de homologação, e acho que o trabalho com os colegas da Mercedes e essa unidade de potência que eles nos fornecem, tornou o trabalho razoavelmente mais fácil".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

MCLAREN: Veja o 1º carro revelado em '21 e detalhes da volta da MERCEDES ao time

PODCAST #088 - F1 na Band e o 'fico' de Hamilton: o que esperar de 2021?

 

compartilhar
comentários
Red Bull quer seguir produzindo motores em 2025, mas não descarta possibilidade de "parceria interessante"

Artigo anterior

Red Bull quer seguir produzindo motores em 2025, mas não descarta possibilidade de "parceria interessante"

Próximo artigo

Horner vê Verstappen como primeiro nome na lista da Mercedes caso Hamilton saia em 2021

Horner vê Verstappen como primeiro nome na lista da Mercedes caso Hamilton saia em 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Jonathan Noble