F1: Montoya acredita que Bottas precisa de decisão rápida da Mercedes sobre futuro para aliviar pressão

Ex-piloto da F1 analisou a situação do finlandês na Mercedes e projetou como seria uma parceria entre Hamilton e Russell em 2022

F1: Montoya acredita que Bottas precisa de decisão rápida da Mercedes sobre futuro para aliviar pressão

O ex-piloto de Fórmula 1, Juan Pablo Montoya, acredita que uma rápida decisão sobre o futuro de Valtteri Bottas com a Mercedes é fundamental para reduzir a pressão sobre o finlandês, ajudando a melhorar sua performance e o relacionamento com a equipe.

Bottas fica sem contrato no fim de 2021, e enfrenta competição de George Russell pela segunda vaga na Mercedes, após o britânico passar as últimas três temporadas com a Williams.

Leia também:

A Mercedes deixou claro que não tem pressa para tomar uma decisão sobre os pilotos para 2022, enquanto Bottas vem reafirmando que a situação sobre seu futuro não o distrai.

Bottas vem sofrendo neste começo de 2021, sem terminar uma corrida acima da terceira posição, caindo para quinto no Mundial de Pilotos, conquistando menos da metade dos pontos de Lewis Hamilton até aqui.

Um fim difícil para a corrida na França fez com que Bottas perdesse a terceira posição nas voltas finais, se irritando com a equipe pelo rádio sobre a decisão de adotar uma estratégia de apenas uma parada.

Falando sobre o futuro de Bottas, Montoya sente que uma decisão rápida da equipe ajudaria a melhorar o relacionamento, reduzindo a pressão sobre o finlandês na pista.

"Acho que, se eles falasse a ele, 'você está fora', ficaria bem melhor, seja saindo ou ficando", disse Montoya à Motorsport.TV Live. "Independente do que eles decidirem, precisam ser rápidos. Porque, no momento, ele está em uma situação ruim, ser ter esse sim ou não, siga fazendo seu trabalho e se você fizer, pode ser que fique".

"Essa é a pior situação para se estar, porque você quer ser o mais rápido possível, mas não quer cometer nenhum erro. Essa combinação é terrível, porque a pressão de errar vai aumentando e quando as coisas não vão bem, o relacionamento com a equipe também azeda".

"De qualquer modo, seja uma decisão por ele ou não, acho que isso pararia a pressão".

George Russell, Williams

George Russell, Williams

Photo by: Jerry Andre / Motorsport Images

O contrato de Russell com a Williams chega ao fim neste ano, tornando-o uma opção para a Mercedes em 2022. O britânico vem impressionando, com a Williams e com a Mercedes, no GP de Sakhir do ano passado.

Montoya disse que Russell é "a resposta óbvia" para substituir Bottas caso a Mercedes o dispense, mas diz estar curioso para ver como que o jovem piloto se sairia contra Hamilton.

"Acho que o trabalho que ele fez antes foi fantástico. Veremos o que acontece quando Russell tiver Lewis ao lado. Ele pode ir bem nos treinos, como Bottas, mas aí chega na corrida e perde para Lewis por 20, 30 segundos".

"A chave para seu sucesso será entender como que Russell reage a isso e como ele buscará superar isso".

VEJA primeiras fotos do NOVO CARRO da F1 2022 com ANÁLISE de Rico Penteado

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Sequência de corridas até férias da F1 será chave para campeonato?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Confira as mudanças no circuito de Yas Marina, que incluem curva inclinada e pista maior

Artigo anterior

F1: Confira as mudanças no circuito de Yas Marina, que incluem curva inclinada e pista maior

Próximo artigo

F1: Circuito da Áustria terá modificação na curva 6; confira

F1: Circuito da Áustria terá modificação na curva 6; confira
Carregar comentários