F1 - Pérez: pressão para melhor desempenho "vem de mim mesmo", não da Red Bull

Recentemente, Christian Horner disse que equipe "precisava desesperadamente" de 'Checo' na luta contra a Mercedes

F1 - Pérez: pressão para melhor desempenho "vem de mim mesmo", não da Red Bull

Sergio Pérez disse que a maior pressão para obter desempenho na Fórmula 1 vem de si mesmo, e não da sua nova equipe Red Bull.

O mexicano teve um início de temporada misto na escuderia austríaca. E depois de uma decepcionante largada no GP da Espanha, onde Pérez sofreu um problema no ombro na classificação, o chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que sua equipe "precisava desesperadamente" de 'Checo' na luta contra a Mercedes.

Leia também:

Em entrevista antes do GP de Mônaco, no qual ele liderou a primeira sessão de treinos livres de quinta-feira (20), Pérez disse que não estava recebendo nenhuma pressão de seus chefes - e em vez disso sabia exatamente o que era exigido dele.

“Toda a pressão vem de mim mesmo”, disse.

“Eu realmente quero entregar o potencial máximo do carro para onde a equipe está operando."

“A equipe não me colocou [sob] nenhuma pressão. Eu sei que tipo de trabalho tenho que fazer. Então, eles não precisam me dizer o que fazer.”

Embora o GP da Espanha tenha parecido decepcionante do lado de fora, o piloto mexicano sente que um progresso sólido está sendo feito.

“Acho que, se tirarmos Barcelona de questão, não há motivo para se preocupar”, disse.

“Acho que Barcelona já caiu [no] sábado por alguns outros motivos. Mas se tirarmos essa corrida, há alguns aspectos positivos e muito progresso foi feito."

“Hoje em dia, o [tempo] da pista é muito limitado. Eu sinto que quando você começa o fim de semana, se você vai para os treinos, você realmente tem que estar focado nisso e você não tem muito tempo para fazer nem mesmo uma mudança de configuração, e você vai bem cego para a corrida no domingo."

"É o que é. Acontece o mesmo para todos no final do dia, só torna mais difícil para os pilotos que mudaram de equipe, tendo aquele tempo de pista limitado. É um pouco mais difícil."

'Checo' disse estar "100%" confiante de que o dor no ombro que o afetou na classificação em Barcelona não será novamente um problema.

Refletindo sobre sua forma de sábado, Pérez disse: “Bem, eu diria que há muitas melhorias por vir."

“Acho que tenho muito espaço para melhorar. E sim, todo fim de semana, definitivamente estou aprendendo mais sobre o carro. Acho que a Espanha obviamente foi um evento único no sábado. Portanto, nas três primeiras corridas penso que temos feito bons progressos. Vou esquecer aquele sábado [na Espanha] e seguir em frente", concluiu.

F1 AO VIVO - Ferrari surpreende e é mais rápida em Mônaco: destaques de treinos livres | SEXTA-LIVRE

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #105 – O GP de Mônaco ainda é o ponto alto da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Por que não há atividades em Mônaco às sextas-feiras?

Artigo anterior

F1: Por que não há atividades em Mônaco às sextas-feiras?

Próximo artigo

F1: Hamilton se diz surpreso com ritmo "realmente forte" da Ferrari em Mônaco

F1: Hamilton se diz surpreso com ritmo "realmente forte" da Ferrari em Mônaco
Carregar comentários