F1: Rancor? Magnussen fala de possível dupla com 'desafeto' Hulkenberg na Haas

"Chupe minhas bolas", disse Kevin ao alemão no GP da Hungria de 2017, após germânico criticar pilotagem do colega dinamarquês

Fernando Alonso, Alpine F1 Team, Mick Schumacher, Haas F1 Team, Kevin Magnussen, Haas F1 Team, Nico Hulkenberg, Aston Martin

Em meio à dança das cadeiras da Fórmula 1 para 2023, a única vaga indefinida para o próximo ano é a atualmente ocupada por Mick Schumacher na Haas. O alemão tem seu assento ameaçado, mas o time norte-americano já confirmou o dinamarquês Kevin Magnussen para a próxima temporada.

O editor recomenda:

Schumacher ainda tem chances de seguir na equipe dos Estados Unidos no ano que vem, mas, neste momento, seu compatriota Nico Hulkenberg é considerado o favorito para assumir o cockpit. O italiano Antonio Giovinazzi, apoiado pela Ferrari -- fornecedora de motor da Haas --, é outro cotado.

De todo modo, caso a dupla Magnussen/Hulkenberg se confirme, alguns se questionam como será o clima na escuderia comandada pelo polêmico Gunther Steiner: os dois veteranos já protagonizaram uma célebre 'treta', na qual o dinamarquês disse a Hulk para "chupar minhas bolas".

Foi após o GP da Hungria de 2017, no qual o germânico e 'K-Mag' disputaram posição na zona de pontos e Hulkenberg se sentiu prejudicado pelo colega. Na época, Hulk era piloto da Renault, tendo assumido justamente o assento perdido no fim de 2016 por Magnussen, que acabou na Haas.

De qualquer forma, o dinamarquês garante que não tem qualquer tipo de problema com Hulk. “Acho que já disse muitas vezes que não tenho problemas com Nico. Na verdade, eu o respeito como piloto", afirmou Magnussen.

"Eu realmente não o conheço como pessoa, mas, como piloto, sempre o respeitei. Então eu não teria problema, mas não tenho uma opinião sobre se ele deveria ou não estar no segundo carro. Mick está fazendo um bom trabalho no momento."

Mick Schumacher, Haas VF-22, Kevin Magnussen, Haas VF-22

Mick Schumacher, Haas VF-22, Kevin Magnussen, Haas VF-22

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

"Ele (Schumacher) teve alguns problemas no início do ano e alguns pontos baixos, mas certamente está mais rápido [em relação ao começo da temporada] agora", completou o dinamarquês sobre o jovem companheiro alemão.

Já Hulkenberg, quando questionado sobre a possibilidade de 'pintar' na Haas em 2023, afirmou à Servus TV: "No final das contas, não é minha a decisão, mas há conversas em andamento. Estou relativamente otimista, mas teremos que ser um pouco pacientes".

Sem um assento titular na F1 desde o fim da temporada 2019, quando foi dispensado pela então Renault, o veterano de 35 anos fez corridas como substituto do compatriota Sebastian Vettel e do canadense Lance Stroll na Aston Martin em 2020 e 2022, pois os pilotos contraíram Covid-19.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior GP de São Paulo de F1: Horários e como assistir à etapa brasileira em Interlagos, com corrida sprint
Próximo artigo F1: Soberba? Ferrari diz não temer Mercedes em 2023; saiba mais

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil