Fórmula 1 GP da Holanda

F1 - Ricciardo compara sensação de guiar AlphaTauri com McLaren: "Me sinto melhor"

Australiano lamentou ter ido além do esperado para tentar adaptar seu estilo de pilotagem ao carro da McLaren

Daniel Ricciardo, AlphaTauri AT04

Agora na AlphaTauri, Daniel Ricciardo diz que não quer nunca mais se preocupar tanto com os detalhes e a adaptação de seu estilo de pilotagem quanto em sua passagem conturbada pela McLaren na Fórmula 1.

Inicialmente com um contrato de três anos, o stint do australiano pela McLaren acabou uma temporada antes, no fim de 2022 devido à uma dificuldade de adaptação ao carro do time de Woking.

Leia também:

Em uma McLaren difícil de lidar, Ricciardo estava sempre atrás de Lando Norris, mesmo com uma surpreendente vitória no GP da Itália de 2021. Após sua saída, ele voltou à Red Bull como terceiro piloto, antes de ser emprestado para a AlphaTauri no lugar de Nyck de Vries.

Ricciardo impressionou em suas primeiras saídas com o complicado AT04 e, enquanto ele ainda precisa de uma adaptação total ao carro, ele jurou que nunca voltará ao que passou com a McLaren.

Seus esforços para mudar o estilo de pilotagem na McLaren o tornaram "irreconhecível" em seu retorno ao simulador da Red Bull segundo Christian Horner, com Ricciardo tendo que reconstruir sua confiança nas sessões seguintes, antes de um teste convincente em Silverstone.

Quando questionado se Ricciardo teve que focar tanto quanto na McLaren para se acostumar à AlphaTauri, disse: "Não quero chegar a esse nível novamente. Acho que mesmo no primeiro ano de McLaren, na pausa de verão, eu vi que estávamos indo fundo demais. Precisamos mudar essa abordagem um pouco".

Daniel Ricciardo, AlphaTauri AT04

Daniel Ricciardo, AlphaTauri AT04

Photo by: Red Bull Content Pool

"Era do interesse de todos fazer isso funcionar, mas sinto que percebi que não funcionaria para mim. Ainda acho que fizemos demais, olhando agora, mas talvez isso teria funcionado para outro piloto".

Ricciardo disse que conseguiu usar sua pilotagem natural em seu retorno à AlphaTauri, e percebe que o carro funciona melhor para ele, mesmo que ele esteja devendo em carga aerodinâmica em comparação aos rivais.

"Me sinto melhor. Na primeira volta eu já sentia que estava recebendo o feedback que eu esperava, então isso foi importante. Talvez eu encontre coisas que precise trabalhar que não necessariamente correlacionam com minha sensação, então ainda espero desafios pela frente. Mas a primeira impressão foi de algo mais familiar. Isso foi importante porque era o que eu esperava".

Qual a DIFERENÇA entre o domínio de Max com a Red Bull e pico de Hamilton/Mercedes? E a McLaren?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #242 – O que a F1 2023 tem trazido de positivo, apesar da falta de vencedores diferentes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Marko diz que Red Bull está "milhas à frente" de Audi e Ferrari com motor de 2026 e 'cutuca' Vasseur e Wolff
Próximo artigo F1: "Se a Red Bull tivesse dois Pérez, o campeonato estaria aberto", dispara CEO da McLaren

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil