F1: Saiba por que Ricciardo pode sair da McLaren apesar de dizer que fica em 2023

Contrato entre australiano e equipe possui cláusulas de quebra e atual titular de equipe britânica vê sombra de mexicano

F1: Saiba por que Ricciardo pode sair da McLaren apesar de dizer que fica em 2023
Carregar reprodutor de áudio

O CEO da McLaren, Zak Brown, admitiu que existem 'mecanismos' no contrato de Fórmula 1 de Daniel Ricciardo que podem tirá-lo mais cedo da equipe.

O futuro de Ricciardo na equipe de Woking está sendo questionado, depois que Brown na semana passada fez comentários de que os resultados do piloto australiano não corresponderam às expectativas.

Leia também:

Ricciardo aceitou que não vem entregando os resultados que ele nem seus chefes gostariam, mas deixou claro em Mônaco que estava comprometido pelos três anos de seu contrato, que termina no final de 2023.

Falando antes de uma visita às 500 Milhas de Indianápolis, no entanto, Brown sugeriu que o acordo da McLaren com Ricciardo não era completamente seguro.

Enquanto Ricciardo está na metade de um contrato de três anos, ele sugeriu que havia cláusulas de quebra que poderiam abrir a porta para uma separação se as coisas não melhorassem.

“Não quero entrar no contrato, mas existem mecanismos nos quais estamos comprometidos entre si, e mecanismos nos quais não estamos.

“Falei com Daniel sobre isso. Não estamos obtendo os resultados que esperávamos, mas vamos continuar tentando.

“Acho que ele mostrou em Monza [no ano passado] que pode vencer corridas. Também precisamos desenvolver nosso carro, que não é capaz de ganhar corridas. Mas gostaríamos de vê-lo mais adiante no grid.

“E veremos como as coisas se desenvolvem e o que ele quer fazer. E então temos nosso programa de testes aumentando, mas não estamos com pressa.”

Daniel Ricciardo, McLaren, on the grid

Daniel Ricciardo, McLaren, on the grid

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

O futuro de Ricciardo além de 2023 já parecia depender do progresso dos jovens da McLaren na Indy, com Pato O'Ward sendo apontado como um dos principais candidatos se a equipe se sentisse confiante o suficiente para ter um novato.

Uma investida do mexicano para substituir Ricciardo em 2022 pode ser vista como muito cedo, embora o mexicano esteja definido para mais testes de F1 no final desta temporada.

“Temos nossos dois pilotos de teste sob contrato”, disse Brown. “Pato definitivamente vai ser um desses. Ele fez um trabalho muito bom em Abu Dhabi [teste para jovens pilotos] no ano passado.

“O calendário da Indy é muito cheio, como você sabe, mas no final do ano você não ficará surpreso ao vê-lo em um desses carros.”

O'Ward, de 23 anos, calculou que teria mais dois ou três anos para entrar na F1 antes de sentir que seria velho demais para fazer a troca.

“Acho que o prazo está lá por causa da idade”, disse ele. “Quando você tem 25 ou 26 anos, essa janela fecha um pouco. Então, obviamente, se essa oportunidade surgir, você a aproveita, certo?

“Meu sonho de me tornar um piloto de corrida surgiu na Fórmula 1, isso é algo que nunca vai sair. É uma parte de mim. Foi o que abriu meu coração para um mundo tão diferente.”

VÍDEO: Confusão nos pits tirou vitória de Leclerc?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

OUÇA AGORA MESMO

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Podcast #180 – ‘Autossabotagem’ da Ferrari pode fazê-la perder título da F1 em 2022?
Artigo anterior

Podcast #180 – ‘Autossabotagem’ da Ferrari pode fazê-la perder título da F1 em 2022?

Próximo artigo

F1: Engenheiro da Red Bull fala em “mente aberta” para evoluir carro na briga pelo título

F1: Engenheiro da Red Bull fala em “mente aberta” para evoluir carro na briga pelo título