F1: Telemetria explica erro de Leclerc que lhe custou o pódio em Ímola

Piloto da Ferrari conseguiu terminar o GP da Emilia Romagna em sexto lugar

F1: Telemetria explica erro de Leclerc que lhe custou o pódio em Ímola
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 revelou a telemetria de Charles Leclerc no momento em que ele cometeu um erro e rodou na corrida em Ímola.

Durante o GP da Emilia Romagna, Leclerc estava defendendo sua liderança no campeonato em um formato de fim de semana de corrida sprint, que acabou sendo bastante emocionante devido à sua batalha com Max Verstappen.

Leia também:

O piloto monegasco perdeu a pole position após a bandeira vermelha de Lando Norris aparecer na classificação, e na corrida sprint conseguiu assumir a liderança na largada. No entanto, seu gerenciamento de pneus fez com que ele caísse para o segundo lugar nas últimas voltas, terminando atrás do atual campeão mundial.

Na corrida de domingo, o piloto da Ferrari largou mal devido a uma parte mais escorregadia da pista e caiu para o quarto lugar, atrás de Verstappen, Sergio Pérez e Norris. 

Depois de muitas voltas cerca de dois segundos atrás da Red Bull, a equipe de Maranello decidiu ir para o "Plano D" para tentar ultrapassar Pérez. Inicialmente funcionou, pois Leclerc saiu na frente após a parada, com um novo conjunto de macios, mas como o mexicano tinha os pneus com melhor temperatura, ele o ultrapassou sem maiores problemas na chicane Villeneuve.

O RB18 apresentava melhor ritmo em Ímola, mas o monegasco não desistiu. No entanto, na volta 53, uma entrada excessivamente agressiva fez com que Leclerc colidisse com a barreira, danificando seu F1-75.

Na telemetria oferecida pela F1 em seu canal no YouTube, você pode ver como ele freou muito depois de Pérez, e isso fez com que seu carro entrasse no ápice muito rápido, fazendo com que o seu F1-75 fosse parar sobre a 'zebra salsicha'. Ele perdeu o controle quando os pneus tocaram o asfalto em um ângulo que o favorecia contra as proteções ao girar, danificando o bico, além de ter os pneus furados.

Leclerc foi de um lado para o outro, movendo o volante de forma brusca para verificar o estado do carro e, ao ver que já havia se arriscado demais, parou nos boxes para trocar a asa.

Se tivesse perdido o bico, quase certamente teria acabado na caixa de brita ou contra a barreira, mas entrando no pitlane voltou à pista em nono lugar, iniciando uma corrida de recuperação.

Ao longo das voltas, Leclerc conseguiu subir para o sexto lugar, algo que, olhando-se na perspetiva de ser terceiro, não correu tão mal, pois só 'perdeu' 7 pontos após um erro que normalmente termina em um abandono devido a suspensão quebrada.

"Sinto muito. A todos vocês", disse o piloto ao cruzar a linha de chegada, sabendo que não deve cometer tais erros novamente se quiser permanecer como candidato ao título mundial de Fórmula 1.

Conheça as origens da rivalidade entre Verstappen e Leclerc

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #175 - Como explicar desempenho constrangedor de Hamilton em Ímola?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Verstappen critica formato 'repetitivo' de coletivas e entrevistas com imprensa
Artigo anterior

F1: Verstappen critica formato 'repetitivo' de coletivas e entrevistas com imprensa

Próximo artigo

F1: Entenda ciência por trás da superfície “inovadora” da pista de Miami

F1: Entenda ciência por trás da superfície “inovadora” da pista de Miami