F1: Verstappen nega que Red Bull faz carro adequado a seu favor

Tricampeão alega que assim como os outros pilotos ele também precisa se adaptar ao modelo que lhe é entregado em cada temporada

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19

Jake Grant / Motorsport Images

Nas duas últimas temporadas da Fórmula 1, Max Verstappen conseguiu tirar o máximo proveito de seu carro, dominando as temporadas de 2022 e 2023 com 34 vitórias, enquanto seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, teve dificuldades para acompanhar o desenvolvimento do carro e suas configurações ideais.

Leia também:

Isso levou a sugestões de que os desafiantes da Red Bull foram construídos em torno de Verstappen, depois que os companheiros de equipe anteriores, Pierre Gasly e Alexander Albon, também se esforçaram para acompanhar o ritmo e não conseguiram.

Mas, falando com exclusividade ao Motorsport.com, o holandês acha que a conversa sobre seu estilo de direção único é exagerada, explicando que ele precisa se adaptar à forma como o carro precisa ser pilotado no limite, assim como qualquer outra pessoa.

"Quando as pessoas perguntam: 'Qual é o seu estilo de pilotagem?', eu não posso dizer, porque se trata de ser capaz de se adaptar a determinadas situações ou ao que o carro gosta também", disse Verstappen.

"O que eu quero? Quero mais aderência. Há muitas coisas que você quer, mas algumas não são realistas. Então, eu apenas me adapto ao carro que me é dado."

Max Verstappen, Red Bull Racing

Foto de: Red Bull Content Pool

Max Verstappen, Red Bull Racing

Embora se diga que Verstappen gosta de um carro com uma dianteira forte e que ele tem uma habilidade incrível de lidar com uma traseira instável como compensação, ele ressaltou que a equipe simplesmente tenta criar um carro mais rápido em vez de apenas buscar o equilíbrio desejado.

"Ao longo do ano, a equipe apenas aplica atualizações no carro para torná-lo mais rápido. Não para tentar seguir uma determinada direção de equilíbrio ou algo do gênero", acrescentou.

"É apenas a carga geral, a aderência geral, que você ganha com as atualizações. Estou bastante satisfeito com o comportamento do carro, mas se o carro estiver um pouco mais inclinado, tenho que adaptar minha direção a isso. Ou, se o carro estiver com excesso de direção, é a mesma coisa."

"Acho que está tudo bem. Em algumas corridas, você tem mais sobreviragem ou mais subviragem. O equilíbrio é muito variável, nem sempre está no nariz. Em algumas pistas, não é possível rodar assim."

Quando perguntado por que o RB19 da Red Bull foi muito mais forte na corrida do que na classificação em comparação com seus rivais, ele deu de ombros: "Não sei - acho que não fazemos nada de mágico na corrida."

"Fazemos nossa compensação normal. Acho que as outras pessoas estão tendo uma ótima classificação, mas não uma boa corrida, se é que você me entende. É claro que você sempre olha para o desempenho na corrida, mas também queremos ser rápidos na classificação. Não é nada estranho que façamos apenas para nos concentrarmos puramente na corrida."

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Podcast #264 – O que Gil de Ferran deixa para o automobilismo?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Irvine dispara contra Hamilton: "Duvido que ganhe o oitavo título"
Próximo artigo F1: Diretor técnico que deixou Haas define próximo passo, mas rumo é inesperado; saiba

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil