F1 - Verstappen x Hamilton: Relembre todas as decisões da direção de prova e comissários em 2021

GPs de São Paulo, Arábia Saudita e Abu Dhabi foram onde comissários 'mais trabalharam', em rivalidade que ficou mais intensa ao longo do ano

F1 - Verstappen x Hamilton: Relembre todas as decisões da direção de prova e comissários em 2021
Carregar reprodutor de áudio

O a luta entre Max Verstappen e Lewis Hamilton pelo título da Fórmula 1 de 2021 deu origem a muitos atritos e a intervenções por parte do diretor da prova e dos fiscais de pista. No final de uma temporada repleta de polêmica, que culminou no GP de Abu Dhabi, relembre algumas das principais disputas e anotações da FIA que envolveram os protagonistas do ano.

Leia também:

Bahrein

Hamilton: "avisado" pela direção da corrida a retificar sua trajetória na Curva 4 a partir da 37ª das 56 voltas, a direção da prova considerou que o britânico estava indo muito além. As notas oficiais explicaram que os limites da pista não seriam particularmente examinados neste local do circuito após terem sido analisados durante as sessões anteriores, mas que o artigo 27.3 do Regulamento Desportivo (proibindo obter uma "vantagem duradoura" após sair do traçado) ainda seria aplicada.

Verstappen: teve que devolver a primeira posição a pedido dos comissários de pista por ter ultrapassado o heptacampeão saindo da pista na Curva 4 (53ª volta), em violação ao artigo 27.3.

Emília-Romagna

Verstappen: incidente na curva 1 (1ª volta), com Hamilton "notado" pelos fiscais, mas a investigação foi considerada desnecessária.

Hamilton: autorizado a consertar seu carro sob a bandeira vermelha e depois voltar na cola dos líderes, de acordo com o regulamento.

Portugal

Verstappen: melhor volta excluída no Q3 da classificação por exceder os limites da pista na Curva 4.

Verstappen: melhor volta cancelada na corrida por ultrapassar os limites da pista na Curva 14 (última volta).

Espanha

Verstappen: incidente na Curva 1 (1ª volta) com Hamilton "notado" pelos fiscais, mas a investigação foi considerada desnecessária.

França

Verstappen: fora da pista após a Curva 1 (1ª volta), "notado" pelos comissários, mas a investigação foi considerada desnecessária.

Estíria

Verstappen: "avisado" pela direção da corrida depois de parar na pista na chegada para um 'burnout' na frente de seus mecânicos.

Grã-Bretanha

Hamilton: penalizado em 10 segundos na corrida (e 2 pontos na licença) por sua responsabilidade na colisão com Verstappen na Curva 9 (1ª volta).

Hamilton: autorizado a consertar seu carro sob a bandeira vermelha.

Hungria

Valtteri Bottas: penalizado com 5 lugares atrás no grid do GP da Bélgica (e 2 pontos na licença) pela responsabilidade na colisão com Lando Norris que causou danos ao carro de Verstappen (1ª volta).

Verstappen: autorizado a reparar seu carro sob a bandeira vermelha.

Bélgica

Verstappen-Hamilton: corrida oficialmente confirmada e encerrada após algumas voltas sob o safety car devido às condições de chuva, com Verstappen vencedor e Hamilton em terceiro. Metade dos pontos foram atribuídos.

Holanda

Verstappen: convocado, mas sem sanção por uma alegada ultrapassagem em Lance Stroll sob a bandeira vermelha durante o TL2.

Itália

Verstappen: penalizado em 3 lugares no grid do GP da Rússia (e 2 pontos na licença) por sua responsabilidade na colisão na corrida com Hamilton na Curva 2 (26ª volta).

Rússia

Verstappen: devolvido ao fundo do grid (20º) após o primeiro estouro do limite autorizado de seis unidades de força (penalização equivalente a 60 posições + as três impostas pela colisão de Monza).

Verstappen: autorizado a partir apesar de não marcar tempo no Q1 da classificação após a sessão ter sido declarada como "molhada" pelo diretor da prova.

Turquia

Hamilton: penalizado em 10 lugares no grid (de 1º a 11º) após a primeira ultrapassagem do limite autorizado para troca de motor de combustão interna (ICE).

Estados Unidos

Verstappen-Hamilton: disputa na pista durante o TL3, investigação considerada desnecessária.

México

Hamilton: reprimenda (de direção) por não respeitar as notas do diretor de prova no caminho de volta para a pista na Curva 2 durante o TL1.

Brasil

Hamilton: penalizado com 5 lugares atrás no grid (de 5º a 10º) após o segundo estouro do limite autorizado para troca de motor de combustão interna (ICE).

Verstappen: multa de 50.000 euros por tocar seu carro e o carro de Hamilton no parque fechado após a classificação.

Hamilton: desclassificado da qualificação por descumprimento técnico do seu carro (desrespeito da distância máxima de 85 mm no momento de abertura do DRS).

Hamilton: autorizado a dar a largada apesar de sua desclassificação, pois havia estabelecido tempos satisfatórios durante os treinos livres.

Verstappen: Incidente na Curva 4 (48ª volta) com Hamilton "notado" pelos fiscais, mas não investigado.

Hamilton: multa de 5.000 euros por soltar o cinto de segurança durante a volta após a bandeira quadriculada.

Hamilton: indeferimento da ação de revisão interposta pela Mercedes na sequência da decisão dos comissários de não investigar o incidente na 48ª volta.

Catar

Verstappen: penalizado em cinco posições (e dois pontos na licença) no grid (de 2º a 7º) por não respeitar uma bandeira amarela dupla durante o Q3 da classificação.

Arábia Saudita

Hamilton: convocado, mas sem sanção por um alegado desrespeito de uma dupla bandeira amarela durante o TL3.

Hamilton: reprimenda (de direção) por ter atrapalhado Nikita Mazepin sem motivo durante o TL3.

Verstappen: punido em dois lugares no grid (de 1ª para 3ª) por ultrapassar Hamilton para fora da pista na Curva 2 durante a segunda largada parada (14ª volta).

Verstappen: penalizado em 5 segundos na corrida (e 1 ponto na licença) por ter mantido sua posição contra Hamilton ao sair da pista na Curva 2 (37ª volta).

Verstappen: penalizado em 10 segundos após a corrida (e 2 pontos na licença) por causar uma colisão ao frear bruscamente e fortemente na frente de Hamilton antes da Curva 27 (37ª volta).

Abu Dhabi

Hamilton: investigação considerada desnecessária por suposto bloqueio a Mazepin durante os treinos livres.

Verstappen: incidente na Curva 6 (1ª volta) com Hamilton "notado" pelos fiscais mas investigação considerada desnecessária.

Hamilton: incidente na Curva 6 (1ª volta) com Verstappen "anotado" pelos fiscais, mas investigação considerada desnecessária.

Verstappen: convocado pelos comissários, mas sem penalidade por ultrapassar Hamilton durante o safety car.

Hamilton: protesto da Mercedes pelas voltas finais do procedimento do safety car descartado. A equipe notificou sua intenção de apelar da decisão, mas acabou desistindo.

GIAFFONE fala da SAÍDA DA F1 DA GLOBO PARA A BAND, comenta QUÍMICA com colegas e aborda CAOS de 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #155 - Piores da F1 2021: Quais pilotos/equipes decepcionaram? Masi é consenso?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Reginaldo Leme faz 77 anos: veja GPs favoritos do comentarista e saiba de qual ele não gosta
Artigo anterior

Reginaldo Leme faz 77 anos: veja GPs favoritos do comentarista e saiba de qual ele não gosta

Próximo artigo

F1 - Button: É "uma pena" que McLaren não tenha seguido com Honda

F1 - Button: É "uma pena" que McLaren não tenha seguido com Honda
Carregar comentários