F1: Vettel pede mais tolerância em regras sobre combustível

Tetracampeão perdeu segundo lugar no GP da Hungria por não ter o litro necessário requisitado pela FIA após a corrida

F1: Vettel pede mais tolerância em regras sobre combustível

Sebastian Vettel acredita que as equipes de Fórmula 1 deveriam receber mais tolerância em relação aos requisitos mínimos de combustível após sua desqualificação no GP da Hungria. O alemão perdeu seu segundo lugar na prova de Budapeste no início de agosto depois de verificações pós-corrida revelarem que não havia um litro restante em seu carro. Necessário para a análise da FIA.

Embora a Aston Martin estivesse convencida no dia de que havia quantidade suficiente, subsequentemente descobriu-se que um vazamento havia deixado o veículo sem energia.

Leia também:

Apesar de aceitar que o carro não tinha o combustível obrigatório restante, Vettel acredita que as mudanças nos procedimentos da FIA devem ser consideradas nas circunstâncias excepcionais que ele enfrentou.

"Olhando para trás, acho que está claro, as regras são como estão e fomos desqualificados", disse ele. "Enxergando à frente, obviamente é muito amargo, e acho que estando na situação obviamente entendo melhor, porque fui eu que sofri com isso. Você não deseja que isso aconteça a ninguém, provavelmente deveria ter um pouco mais tolerância."

"Não sei como e o que exatamente você precisa escrever no papel em preto e branco. Isso é para outras pessoas inventarem", acrescentou.

O tetracampeão revelou que a Aston Martin não teve nenhuma indicação durante a corrida de que havia um problema de combustível, então a exclusão foi um choque.

"Foi um ótimo resultado para nós como equipe e marcamos muitos pontos, foi decepcionante", comentou. "Não acho que pudéssemos ter feito muito. Obviamente, durante a prova, tínhamos o combustível sob controle, ou pensávamos que sim."

"No final, acho que foi na última volta que descobrimos que algo podia não estar certo. Ficamos muito surpresos quando a quantidade não estava no carro, mas essas são as regras. Portanto, temos que aceitar e seguir em frente. Temos muitas corridas agora e tentaremos juntar alguns pontos nelas."

Embora a desqualificação tenha custado a Vettel o troféu do pódio, ele disse que ainda pode olhar para trás com boas lembranças.

"Estava no top 3, com o entusiasmo e só depois disso não te é permitido levar a recompensa. Acho que essa é a grande decepção, mas tive as emoções e foi um grande dia."

"Você tem recordações agradáveis, mas obviamente fica um gosto ruim ao lembrar que foi desqualificado", concluiu.

F1 2021: A GUERRA Mercedes x Red Bull e tudo sobre o GP da BÉLGICA com Rico Penteado | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

TELEMETRIA: Quem vai se dar bem na segunda metade da temporada de 2020 da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Verstappen e Leclerc querem ver Russell em equipe de ponta: "Não pode ficar na Williams para sempre"
Artigo anterior

F1 - Verstappen e Leclerc querem ver Russell em equipe de ponta: "Não pode ficar na Williams para sempre"

Próximo artigo

F1: Verstappen não acha que títulos de Hamilton sejam uma vantagem na luta de 2021

F1: Verstappen não acha que títulos de Hamilton sejam uma vantagem na luta de 2021
Carregar comentários