F1: Wolff chama vaias a Hamilton de "arcaicas" e condena atitude

Heptacampeão não foi bem recebido pelos torcedores após o fim da qualificação para o GP da Hungria

F1: Wolff chama vaias a Hamilton de "arcaicas" e condena atitude

Toto Wolff, chefe da Mercedes, acredita que as vaias a Lewis Hamilton após a qualificação para o GP da Hungria de Fórmula 1 foram uma “consequência” da colisão em Silverstone com Max Verstappen. O heptacampeão conquistou sua 101ª pole e liderou a dobradinha da equipe alemã.

No entanto, foi recebido com fortes vaias ao sair de seu carro após o treino e durante sua entrevista no parque fechado, que parecia vir de um grande contingente de fãs do holandês na arquibancada em frente aos boxes.

Leia também:

O britânico ignorou as vaias, dizendo que a reação "só o motiva", mas tanto o rival da Red Bull quanto Valtteri Bottas condenaram a resposta do público após a qualificação.

Questionado pelo Motorsport.com, o Wolff disse que a atitude "não tem lugar no esporte", mas aceitou que "as emoções estiveram muito altas nas últimas duas semanas".

"As arquibancadas estão lotadas de fãs holandeses", comentou. "Ninguém gosta disso [vaias], e as pessoas que competem nos esportes nunca vão entender o porquê. Você ouve isso nos estádios de futebol. Era uma torcida laranja."

A base de fãs da F1 ficou polarizada desde o incidente entre Hamilton e Verstappen na primeira volta do GP da Grã-Bretanha. A saga retumbou até a corrida deste fim de semana na Hungria, depois que a escuderia austríaca solicitou o direito de revisar o lance, mas a FIA rejeitou o caso na última quinta-feira (29).

Wolff falou na sexta-feira que esperava "desacelerar" as questões após dizer anteriormente que a Red Bull havia levado para pessoal em ataques contra a Mercedes e o heptacampeão. O chefe saudou a paixão que os fãs estavam demonstrando em Budapeste, mas chamou as vaias de “arcaicas” e sentiu que era o resultado foi consequência de Silverstone.

“Isso mostra como são apaixonados”, reiterou. “O instinto tribal não é necessariamente algo ruim. Se estivessem aplaudindo e gritando pelos pilotos, seria ótimo. Acho que vaias não tem lugar nos esportes."

“É decorrente dos acontecimentos das últimas semanas. O incidente foi polêmico, polarizador. Vemos as consequências em termos de expressões das arquibancadas, as explosões emocionais.”

F1 2021: Hamilton SOBRA contra Verstappen e é pole em quali POLÊMICO na Hungria; veja debate | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O "pós-guerra" na Hungria: tudo sobre o GP em Budapeste com Rico Penteado

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
VÍDEO: Confira volta da 101ª pole da carreira de Hamilton
Artigo anterior

VÍDEO: Confira volta da 101ª pole da carreira de Hamilton

Próximo artigo

F1: Steiner elogia recente desempenho de Mazepin e pede atenção a Mick

F1: Steiner elogia recente desempenho de Mazepin e pede atenção a Mick
Carregar comentários