Fórmula 1
25 jul
-
28 jul
Evento encerrado
01 ago
-
04 ago
Evento encerrado
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
R
GP de Singapura
19 set
-
22 set
Treino Livre 1 em
4 dias
26 set
-
29 set
Próximo evento em
9 dias
10 out
-
13 out
Próximo evento em
23 dias
24 out
-
27 out
Próximo evento em
37 dias
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
44 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
72 dias

Ferrari admite que precisa reagir para conter ameaça da Red Bull

compartilhar
comentários
Ferrari admite que precisa reagir para conter ameaça da Red Bull
Por:
Co-autor: Jonathan Noble
18 de jul de 2019 16:34

Equipe está ciente de que precisa trabalhar duro para manter a vantagem sobre o time austríaco no mundial de construtores

Chefe de equipe da Ferrari na Fórmula 1, o italiano Mattia Binotto disse que a evolução da Red Bull representa um novo incentivo para a escuderia vermelha. Apesar de ter começado o ano como grande adversária da alemã Mercedes, a equipe de Maranello não conseguiu nenhuma vitória, enquanto o time austríaco deu um passo à frente em competitividade nas últimas provas e venceu o GP da Áustria com Max Verstappen.

Leia também:

Binotto disse: “A Red Bull certamente melhorou, e se olharmos para as últimas duas corridas, eles venceram na Áustria e foram muito competitivos em Silverstone. Eu acho que nossos equipamentos estão muito próximos e penso que essas provas mostraram isso”.

“Eles são o segundo time? Somos nós? Acredito que estamos muito perto. Isso nos dá um incentivo a mais porque nós sabemos que precisamos melhorar para sermos capazes de lutar pela primeira posição em cada circuito, não importa onde seja”.

“Não foi o caso na Grã-Bretanha, sem dúvidas, e por esta perspectiva foi decepcionante. Depois da classificação, nós estávamos esperando um resultado melhor, mas o ritmo não estava bom o suficiente e eu acho que há muito a ser melhorado”.

A Ferrari ainda mantém uma boa vantagem na batalha pelo segundo lugar no campeonato de construtores, 52 pontos à frente da Red Bull, mas ainda 164 atrás da Mercedes, que lidera com folga.

Apesar de ter marcado a pole position em três corridas nesta temporada, a Ferrari falhou em transformar poles em vitórias. Charles Leclerc largou duas vezes na ponta, no Bahrein e na Áustria. Já Sebastian Vettel conquistou a pole no GP do Canadá, mas acabou perdendo a vitória por conta de uma punição e não pôs fim ao seu jejum atual na categoria (entenda a 'seca' em galeria no fim desta matéria).

O tetracampeão, que não foi muito bem nos últimos três classificatórios, admitiu: "O carro pareceu muito melhor na corrida e obviamente nós não mudamos nada, porque não somos autorizados a mexer nos carros do sábado para o domingo”.

“Eu simplesmente não consegui extrair a performance do carro nos classificatórios, enquanto na corrida isso meio que vem naturalmente, com a mente no automático. Eu tenho mais confiança nos pneus e no carro, de modo geral”.

GALERIA: Relembre a carreira de Sebastian Vettel e seus maiores jejuns

Galeria
Lista

Sebastian Vettel venceu pela primeira vez no GP da Itália de 2008. A conquista também foi a primeira e única da Toro Rosso na F1

Sebastian Vettel venceu pela primeira vez no GP da Itália de 2008. A conquista também foi a primeira e única da Toro Rosso na F1
1/14

Foto de: XPB Images

Triunfo garantiu a promoção de Vettel para Red Bull na temporada seguinte

Triunfo garantiu a promoção de Vettel para Red Bull na temporada seguinte
2/14

Foto de: Andrew Ferraro / LAT Images

Vettel garantiu sua primeira vitória pela Red Bull logo em sua terceira corrida pela equipe, no GP da China em 2009

Vettel garantiu sua primeira vitória pela Red Bull logo em sua terceira corrida pela equipe, no GP da China em 2009
3/14

Foto de: XPB Images

O GP da China marcou ainda a primeira vitória da equipe na categoria. Nos quatro anos seguintes, a parceria Red Bull-Vettel conquistou todos os títulos de pilotos e construtores

O GP da China marcou ainda a primeira vitória da equipe na categoria. Nos quatro anos seguintes, a parceria Red Bull-Vettel conquistou todos os títulos de pilotos e construtores
4/14

Foto de: XPB Images

O último grande ato de Vettel pela Red Bull aconteceu no Brasil em 2013, encerrando a temporada do tetracampeonato com uma vitória

O último grande ato de Vettel pela Red Bull aconteceu no Brasil em 2013, encerrando a temporada do tetracampeonato com uma vitória
5/14

Foto de: XPB Images

Sebastian Vettel correu por mais um ano pelo time austríaco, mas não voltou ao topo do pódio, sendo eclipsado por seu novo companheiro, Daniel Ricciardo

Sebastian Vettel correu por mais um ano pelo time austríaco, mas não voltou ao topo do pódio, sendo eclipsado por seu novo companheiro, Daniel Ricciardo
6/14

Foto de: XPB Images

De 'roupa nova', Vettel garantiu uma vitória pela Ferrari logo na segunda corrida pelos italianos, no GP da Malásia de 2015

De 'roupa nova', Vettel garantiu uma vitória pela Ferrari logo na segunda corrida pelos italianos, no GP da Malásia de 2015
7/14

Foto de: XPB Images

A vitória de Vettel colocou fim a um jejum de 20 provas sem vitórias do alemão e de 34 da Ferrari. A euforia tomou conta do time e do piloto. No entanto, a boa fase não rendeu frutos em 2015 e Vettel fechou a temporada com apenas 3 triunfos

A vitória de Vettel colocou fim a um jejum de 20 provas sem vitórias do alemão e de 34 da Ferrari. A euforia tomou conta do time e do piloto. No entanto, a boa fase não rendeu frutos em 2015 e Vettel fechou a temporada com apenas 3 triunfos
8/14

Foto de: XPB Images

As decepções de 2015 e 2016 chegaram ao fim logo na abertura da temporada de 2017, na Austrália, quando Vettel e a Ferrari desbancaram as mercedes e começaram o ano na liderança. Era o fim do maior jejum de Vettel: 27 provas sem vencer

As decepções de 2015 e 2016 chegaram ao fim logo na abertura da temporada de 2017, na Austrália, quando Vettel e a Ferrari desbancaram as mercedes e começaram o ano na liderança. Era o fim do maior jejum de Vettel: 27 provas sem vencer
9/14

Foto de: XPB Images

O alemão conquistava na Austrália sua 43ª vitória e a Ferrari dava sinais de que poderia encerrar a hegemonia da Mercedes. Lewis Hamilton tinha outros planos para 2017 e não deu chances aos rivais, sepultando novamente as ambições de Vettel

O alemão conquistava na Austrália sua 43ª vitória e a Ferrari dava sinais de que poderia encerrar a hegemonia da Mercedes. Lewis Hamilton tinha outros planos para 2017 e não deu chances aos rivais, sepultando novamente as ambições de Vettel
10/14

Foto de: LAT Images

2018 começou melhor do que 2017 e mais uma vez a chama da esperança brilhou para os fãs da Ferrari. Mas após uma sucessão de erros de Vettel e da própria equipe, o sonho foi adiado. O GP da Bélgica marcou a última vitória do piloto na categoria até o momento

2018 começou melhor do que 2017 e mais uma vez a chama da esperança brilhou para os fãs da Ferrari. Mas após uma sucessão de erros de Vettel e da própria equipe, o sonho foi adiado. O GP da Bélgica marcou a última vitória do piloto na categoria até o momento
11/14

Foto de: Steven Tee / LAT Images

Desde a prova em Spa, Vettel já se ausentou do topo do pódio em 15 oportunidades. Pelas promessas e chances que tiveram, o piloto e a Ferrari vivem o que pode ser o pior momento da parceria

Desde a prova em Spa, Vettel já se ausentou do topo do pódio em 15 oportunidades. Pelas promessas e chances que tiveram, o piloto e a Ferrari vivem o que pode ser o pior momento da parceria
12/14

Foto de: Mark Sutton / Sutton Images

2019 só viu as Mercedes estourando a champagne da vitória até o momento. No Canadá, manobra agressiva de Vettel, custou uma punição e tirou do piloto a chance de vencer e encerrar o período de 'seca'

2019 só viu as Mercedes estourando a champagne da vitória até o momento. No Canadá, manobra agressiva de Vettel, custou uma punição e tirou do piloto a chance de vencer e encerrar o período de 'seca'
13/14

Foto de: Zak Mauger / LAT Images

No GP da Grã-Bretanha, Vettel estava longe da vitória, mas brigava no pelotão da frente. Entretanto, ele errou em disputa com Verstappen e bateu no holandês, caindo para o fim do grid em Silverstone

No GP da Grã-Bretanha, Vettel estava longe da vitória, mas brigava no pelotão da frente. Entretanto, ele errou em disputa com Verstappen e bateu no holandês, caindo para o fim do grid em Silverstone
14/14

Foto de: Zak Mauger / LAT Images

Próximo artigo
Novidade: Motorsport.com Brasil lança podcast

Artigo anterior

Novidade: Motorsport.com Brasil lança podcast

Próximo artigo

Veja 12 pontos chave para entender as mudanças da F1 para 2021

Veja 12 pontos chave para entender as mudanças da F1 para 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Compre Agora
Autor Scott Mitchell