Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Ferrari leva pequenas mudanças visando redução das quicadas de seu carro

Equipe italiana leva ao Canadá um carro muito parecido com o que foi visto em Baku, mas com pequenas mudanças nas aletas próximas ao assoalho e às rodas

Ferrari leva pequenas mudanças visando redução das quicadas de seu carro
Carregar reprodutor de áudio

A Ferrari não trouxe nenhuma novidade importante visível para o GP do Canadá de Fórmula 1, mas alguns detalhes chamaram a atenção do olho espirituoso do nosso especialista Giorgio Piola. O assoalho que foi montado para o F1-75 em Montreal é idêntico ao usado na semana passada em Baku, mas diferente do que a Scuderia usou em Barcelona, quando o tão esperado novo pacote aerodinâmico foi introduzido.

Ferrari F1-75, dettaglio del fondo del Canada

Ferrari F1-75, dettaglio del fondo del Canada

Photo by: Giorgio Piola

Ferrari F1-75, dettaglio del fondo di Barcellona con l'orientamento delle fibre di carbonio diverso

Ferrari F1-75, dettaglio del fondo di Barcellona con l'orientamento delle fibre di carbonio diverso

Photo by: Giorgio Piola

O design da plataforma na frente da roda traseira é perfeitamente o mesmo, mas o que mudou foi o tipo de carbono utilizado e o arranjo diferente das fibras, um sinal de que o trabalho tem sido feito para modificar a rigidez do assoalho em função de uma redução no quiques, causados pelo tal do porpoising.

Na Espanha, de fato, as fibras de carbono que são monodirecionais eram longitudinalmente voltadas para o carro, enquanto em Montreal elas se tornaram perpendiculares com uma rotação de 90 graus.

Ferrari F1-75, dettaglio della regolazione d'altezza della sospensione posteriore

Ferrari F1-75, dettaglio della regolazione d'altezza della sospensione posteriore

Photo by: Giorgio Piola

A foto também nos mostra a haste de gravata da suspensão traseira com um esquema de haste de tração: o braço, por uma vez, é desprovido da tampa de material composto que cobre o núcleo metálico e destaca o ajuste de altura. A mecânica do F1-75 tem a oportunidade de intervir na distância do assoalho ao asfalto muito rapidamente, mesmo durante os treinos livres, quando se busca a melhor configuração para que os pilotos não tenham que sofrer muito com os quiques na reta.

TELEMETRIA: Rico Penteado analisa GP do Canadá, Ferrari e 'quicadas'

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual maior adversário ao bi de Verstappen: Pérez, Leclerc ou confiabilidade da Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Pirelli defende pneus de chuva da F1 após críticas no GP de Mônaco
Artigo anterior

Pirelli defende pneus de chuva da F1 após críticas no GP de Mônaco

Próximo artigo

GP do Canadá de F1: Entenda os pontos chaves do circuito Gilles Villeneuve

GP do Canadá de F1: Entenda os pontos chaves do circuito Gilles Villeneuve