Ferrari reprova queixa pública de Leclerc e se defende; entenda

Frederic Vasseur revelou reunião com piloto monegasco e calma após compreensão

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

A Ferrari revelou que Charles Leclerc voltou atrás em suas críticas às decisões de estratégia da equipe após a decepção na classificação do GP do Canadá de Fórmula 1.

Leclerc inicialmente criticou a Ferrari depois de ser eliminado do Q2 em Montreal, quando ele e a equipe não conseguiram capitalizar a melhoria das condições da pista.

Leia também:

Ele, inicialmente, se aventurou no início da sessão com pneus intermediários, mas, com o surgimento de uma linha seca, ele solicitou uma mudança imediata para slicks.

A equipe negou e ordenou que ele fizesse uma volta antes de trocar os pneus.

No entanto, quando ele voltou, a chuva havia voltado e Leclerc não conseguiu fazer um tempo bom o suficiente para chegar à disputa do Q3.

Falando logo após o quali, Leclerc sentiu que o atraso em ir para os slicks foi um erro, pois disse que a Ferrari precisava parar de cometer tais erros.

"Acho que estamos apenas tornando nossa vida muito difícil", disse ele à mídia. "Nessas situações, eu tinha uma opinião clara. E sim, decidimos fazer outra coisa. Então, estou frustrado."

Ele acrescentou: "Temos que ser melhores do que isso. E não podemos nos dar ao luxo de cometer esses erros novamente. Então, vou falar com a equipe."

Mas após discussões entre Leclerc e Ferrari para explicar a situação e porque seu pedido foi recusado, descobriu-se que o piloto monegasco rapidamente mudou de tom sobre o que aconteceu.

Tendo explicado a ele o raciocínio por trás da decisão da Ferrari, em meio às condições que mudavam rapidamente, Leclerc rapidamente entendeu que o pitwall havia feito a escolha certa e não foi a escolha do pneu que o prejudicou, já que muitas outras equipes fizeram exatamente a mesma coisa.

O chefe da equipe, Fred Vasseur, insistiu que a situação a portas fechadas era muito diferente de como as coisas pareciam quando Leclerc saiu do carro pela primeira vez, pois ele não entendia os fatores que estavam em jogo.

Charles Leclerc, Ferrari

Charles Leclerc, Ferrari

Photo by: Ferrari

Falando à mídia selecionada, incluindo o Motorsport.com, sobre os eventos, Vasseur disse: “Tivemos uma boa discussão e ele [Leclerc] disse: 'Ok, eu estava errado.'

"Você sabe que estou sempre tentando proteger meus rapazes - os pilotos - para a equipe. Posso entender perfeitamente quando eles saltam do carro após resultados ruins e têm a pergunta de alguém: você ficou feliz com essa estratégia Com certeza eles dizem que não.

"Você nunca encontrará pilotos dizendo: 'Sim, foi ótimo, estou f*****, mas foi ótimo.'

"O mais importante é que às vezes é melhor falar com a equipe antes. Foi o que tivemos [após a classificação]. Foi muito calmo, muito construtivo e muito direto."

Vasseur disse que a análise da classificação da Ferrari mostrou que sua decisão sobre os pneus não foi o fator chave para ser eliminada, já que a maioria dos outros carros conduziu exatamente a mesma estratégia de sua equipe.

“Tínhamos a mesma estratégia de 90% dos carros, então Charles estava um pouco chateado”, disse ele.

Questionado sobre as divergências que estão sendo transmitidas pelo rádio da equipe, Vasseur acredita que não há nada fora do comum.

"Eu acho que às vezes é bastante normal que eles tenham um sentimento diferente das pessoas [no pitwall]", disse ele.

"Temos que confiar no sentimento deles, por um lado, mas, por outro lado, temos uma imagem global do que os outros estão fazendo. E quando você está no hairpin e na última curva [em Montreal], você não sabe o que os outros fizeram.

"Tem que haver uma decisão comum; às vezes você está certo, às vezes você está errado, mas não há uma maneira óbvia de consertar. Não pode ser só os pilotos porque se ele tem a decisão e não vê que um carro parou na pista ou algo assim [ele vai tomar a decisão errada]. Isso significa que tem que ser uma decisão comum.

"Nem sempre é fácil e às vezes também é uma questão de sorte. Na [qualificação], acho que a estratégia no final provavelmente foi suficiente para entrar no Q3, porque foi uma estratégia de 90% das equipes."

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se já há como comparar Verstappen e Senna na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: GP do Japão pode mudar para o início da temporada em 2024
Próximo artigo F1: Diretor da FIA crava que fim do domínio da Red Bull é “uma questão de tempo”

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil