Hamilton dribla quebra e rodada para liderar último treino

Britânico é o mais veloz do final de semana com os pneus macios na fase final da sessão, com Rosberg em 2º

Hamilton dribla quebra e rodada para liderar último treino
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06

Mesmo não vindo a Interlagos no melhor dos humores neste final de semana, Lewis Hamilton cravou o tempo mais rápido do final de semana no último ensaio antes da classificação do GP do Brasil deste sábado (14).

De pneus macios, o inglês anotou 1min12s070 a dez minutos do fim no terceiro treino livre, colocando 0s123 em cima de Nico Rosberg, que liderou a maior parte do treino com pneus médios. Hamilton teve de driblar dois grandes problemas durante este treino: um problema mecânico no câmbio e uma rodada na entrada da Junção.

As duas Ferraris vieram logo atrás, mostrando a força da Scuderia. Vettel foi o terceiro (único no mesmo segundo da Mercedes) e Raikkonen o quarto. Bottas fechou o top-5.

Assim como ontem, Massa e Nasr tiveram participação apenas discreta na tabela de tempos. O piloto da Williams foi o 12º e o da Sauber apenas o 17º.

O treino

Os carros da Sauber e da Manor foram os primeiros a marcar voltas nesta sessão. Nasr, apesar de sentir o carro pender para a esquerda nas freadas, fez a melhor volta, ainda em 1min14s960.

A dupla da Ferrari acabou superando o brasileiro minutos depois, com Vettel marcando 1min14s062 e Kimi Raikkonen 0s036 mais lento. Aos 20 minutos de treino, Lewis Hamilton sofreu um problema mecânico no câmbio. O piloto parou sua Mercedes na entrada do “Bico de Pato”, mas conseguiu ainda encontrar a primeira marcha e voltar para os pits.

Nico Rosberg foi o primeiro a baixar de 1min14s, fazendo 1min13s753, enquanto que Lewis Hamilton conseguiu voltar para a pista. O inglês pulverizou a volta de Rosberg, colocando 0s106 em sua primeira tentativa lançada. Mas Nico não se abateu e anotou 1min13s324, se colocando em primeiro de novo.

O top-5 na metade do treino tinha Rosberg, Hamilton, Vettel, Raikkonen e Verstappen.

O dia piorou para Hamilton aos 35 minutos de sessão, quando acabou rodando na entrada da Junção em outra volta rápida. O piloto reclamou para seus engenheiros, relatando que algo estranho houve com a traseira de seu carro.

O primeiro a colocar pneus macios foi Kvyat, que subiu para terceiro. Mas Hamilton foi quem roubou a cena ao fazer o mesmo após anotar 1min12s070, superando em mais de 1s2 todos os tempos da sessão. Rosberg foi 0s123 mais lento.

A classificação está marcada para as 14h deste sábado, no horário de Brasília.

Confira os tempos do terceiro treino livre:

PosiçãoPilotoEquipeTempoDiferençaVoltas
1 Lewis Hamilton  Mercedes 1:12.070   16
2 Nico Rosberg  Mercedes 1:12.193 +0.123 19
3 Sebastian Vettel  Ferrari 1:12.760 +0.690 19
4 Kimi Raikkonen  Ferrari 1:13.096 +1.026 20
5 Valtteri Bottas  Williams 1:13.335 +1.265 25
6 Nico Hulkenberg  Force India 1:13.345 +1.275 19
7 Romain Grosjean  Lotus F1 Team 1:13.437 +1.367 19
8 Sergio Perez  Force India 1:13.506 +1.436 18
9 Pastor Maldonado  Lotus F1 Team 1:13.534 +1.464 20
10 Max Verstappen  Toro Rosso 1:13.548 +1.478 21
11 Daniel Ricciardo  Red Bull Racing 1:13.572 +1.502 23
12 Felipe Massa  Williams 1:13.742 +1.672 24
13 Daniil Kvyat  Red Bull Racing 1:13.829 +1.759 17
14 Fernando Alonso  McLaren 1:13.850 +1.780 19
15 Carlos Sainz Jr.  Toro Rosso 1:13.959 +1.889 23
16 Marcus Ericsson  Sauber 1:14.185 +2.115 23
17 Felipe Nasr  Sauber 1:14.288 +2.218 22
18 Jenson Button  McLaren 1:14.445 +2.375 17
19 Will Stevens  Manor 1:16.671 +4.601 15
20 Alexander Rossi  Manor 1:17.059 +4.989 15
compartilhar
comentários
Ecclestone busca UE para impulsionar ideia de motor padrão

Artigo anterior

Ecclestone busca UE para impulsionar ideia de motor padrão

Próximo artigo

Pirelli quer retorno de desgaste elevado de pneus na F1

Pirelli quer retorno de desgaste elevado de pneus na F1
Carregar comentários