Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
8 dias

Hamilton: é “improvável” que Mercedes diminua diferença para Ferrari

compartilhar
comentários
Hamilton: é “improvável” que Mercedes diminua diferença para Ferrari
Por:
26 de abr de 2019 17:31

Piloto da Mercedes acredita que não dará para mudar muitas coisas em seu carro após ficar quase sete décimos atrás de Charles Leclerc no segundo treino livre desta sexta-feira

Depois que o primeiro treino livre acabou cancelado por causa do incidente envolvendo um bueiro que danificou o carro de George Russell, a Ferrari dominou o segundo treino desta sexta-feira em Baku.

Charles Leclerc liderou dobradinha da Ferrari, sendo 0s669 mais rápido que Lewis Hamilton, em terceiro.

O líder do campeonato disse que foi "um dia um pouco estranho" na pista, mas admitiu que os primeiros sinais da Ferrari eram ameaçadores.

Leia também:

"O TL2 foi muito bom, eu estava me sentindo bem e estava mais confortável no carro do que no ano passado", disse Hamilton, que acabou vencendo a corrida do Azerbaijão de 2018 após um furo no pneu do companheiro de equipe, Valtteri Bottas.

“No entanto, as Ferraris estão claramente muito rápidas e parece que estão um pouco à frente, então precisamos investigar para ver onde estamos perdendo tempo.”

"É improvável que encontremos sete décimos nesta noite, mas faremos tudo o que pudermos para colocar o carro na direção certa."

Bottas terminou o dia a 1s1 do ritmo e quase meio segundo abaixo do seu companheiro de equipe, admitindo depois que “não estava satisfeito” com as voltas que fez.

A Ferrari trouxe suas primeiras grandes atualizações para o SF90 para a corrida de Baku, mas Leclerc disse que era "muito difícil julgar o novo pacote aerodinâmico" com base na corrida limitada.

O monegasco ressaltou que espera uma resposta da Mercedes em Baku, com base nas simulações de corrida feitas nesta sexta-feira.

"Acho que eles foram muito fortes nas long runs, então espero que eles estejam fortes amanhã, quando eles colocarem tudo junto", disse Leclerc.

"Estou bastante confiante com o carro, bastante confiante com a pista, então no geral foi um bom dia, mas novamente, olhando para o ritmo deles de corrida, espero que venha muito mais deles amanhã na classificação. Então não vai ser fácil.”

Hamilton e o chefe de tecnologia James Allison respaldaram a avaliação de Leclerc do desempenho do W10 no treino.

"Nas long runs pareciam um pouco mais forte do que o nosso ritmo mais curto, então precisamos tentar descobrir o porquê", disse Hamilton.

"Não estamos onde precisamos estar no trabalho para volta única, mas parecia razoável para a sequência mais longa de voltas", afirmou Allison.

"Então, temos um pouco de trabalho para fazer durante a noite para dar aos pilotos a confiança e, em seguida, esperamos ter um bom final de semana."

Colaboração de Christian Nimmervoll

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1

Photo by: Jerry Andre / Sutton Images

Próximo artigo
F1: Gasly irá largar dos pits no Azerbaijão após vacilo no treino

Artigo anterior

F1: Gasly irá largar dos pits no Azerbaijão após vacilo no treino

Próximo artigo

Bolsonaro, Crivella e Witzel recebem carta da F1 para mudar GP do Brasil para RJ

Bolsonaro, Crivella e Witzel recebem carta da F1 para mudar GP do Brasil para RJ
Carregar comentários