Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
63 dias
06 mai
Próximo evento em
105 dias
20 mai
Próximo evento em
119 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
133 dias
10 jun
Próximo evento em
140 dias
24 jun
Próximo evento em
154 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
161 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
175 dias
29 jul
Próximo evento em
189 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
217 dias
02 set
Próximo evento em
224 dias
09 set
Próximo evento em
231 dias
23 set
Próximo evento em
245 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
252 dias
07 out
Próximo evento em
259 dias
21 out
Próximo evento em
273 dias
28 out
Próximo evento em
280 dias
05 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
301 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
316 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
325 dias

Hamilton rebate fala polêmica de Ecclestone: "Faz sentido porque nada foi feito para tornar o esporte mais diverso"

compartilhar
comentários
Hamilton rebate fala polêmica de Ecclestone: "Faz sentido porque nada foi feito para tornar o esporte mais diverso"
Por:
, Editor

O hexacampeão rebateu a polêmica fala de Ecclestone em um texto publicado em seu Instagram

Na sexta, o ex-chefão da Fórmula 1 Bernie Ecclestone criou polêmica durante uma entrevista à CNN, ao afirmar que, "em muitos casos, os negros são mais racistas que os brancos". A fala de Bernie levou a uma manifestação de Lewis Hamilton em suas redes sociais, falando que a falta de iniciativa para melhorar a diversidade na F1 na era do britânico "faz total sentido".

Ecclestone esteve à frente da categoria por 40 anos antes de sua saída em janeiro de 2017, quando a Liberty Media assumiu as operações.

Leia também:

Recentemente, a F1 deu o pontapé a uma nova campanha visando tornar o esporte mais inclusivo, e o hexacampeão - o único piloto negro a disputar um GP na história da F1 - lançou sua própria comissão para melhorar a diversidade no esporte a motor.

À CNN, Ecclestone disse não acreditar que a campanha de Hamilton "faria algo de bom ou de ruim para a F1" e comentou que "em muitos casos, os negros são mais racistas que os brancos". A F1 criticou a fala de Bernie, e revelou que seu papel como presidente emérito perdeu a validade em janeiro deste ano.

Em uma série de publicações no stories em seu perfil no Instagram, Hamilton rebateu Ecclestone, mas disse que consegue entender a falta de ações para lidar com a pouca diversidade e até mesmo o racismo ao longo de sua carreira na F1, iniciada em 2007.

"Bernie está fora do esporte e estamos em uma geração diferente, mas isso é exatamente o que há de errado - comentários ignorantes e sem educação e nos mostram o quanto precisamos avançar como sociedade antes de atingirmos a real igualdade", escreveu Hamilton.

"Faz todo sentido para mim agora porque nada foi dito ou feito para tornar nosso esporte mais diverso ou para lidar com os abusos raciais que eu sofri ao longo de minha carreira".

"Se alguém que comanda o esporte por décadas tem tão pouca compreensão dos problemas enraizados que nós negros precisamos lidar diariamente, como que podemos esperar que as pessoas que trabalham com ele entendam? Tudo começa em cima".

Hamilton sofreu abusos raciais no início de sua carreira na F1, mais notoriamente o episódio no GP da Espanha de 2008, quando pessoas com a cara pintada de preto estiveram presentes no autódromo com mensagens contra ele e a favor de Fernando Alonso, seu ex-companheiro na McLaren.

O piloto relembrou o incidente no anúncio do lançamento de sua comissão, dizendo que ele "luta contra o estigma do racismo ao longo de sua carreira". Na CNN, Ecclestone disse que estava "surpreso" que o incidente preocupou o piloto, achando que o fato "não havia o afetado".

Hamilton concluiu sua mensagem no Instagram reiterando o que havia dito anteriormente sobre criar mudanças duradouras no esporte.

"Estamos no momento de mudanças, não vou parar minha busca por um futuro mais inclusivo em nosso esporte, com oportunidades iguais para todos, criando um mundo que dê oportunidades iguais para as minorias".

"Eu vou continuar usando minha voz para representar aqueles que não tem uma, e falar para aqueles que são sub-representados, buscando abrir oportunidades no nosso esporte".

Raio-X de Hamilton: veja a metamorfose e as histórias inéditas do maior piloto da F1 na atualidade

PODCAST: F1 pronta para volta! Sérgio Sette Câmara explica como será protocolo detalhado

 

F1: Mugello deve sediar GP 1.000 da Ferrari, diz site

Artigo anterior

F1: Mugello deve sediar GP 1.000 da Ferrari, diz site

Próximo artigo

VÍDEO: Sette Câmara detalha protocolo da volta da F1, chance na Red Bull e nota em game

VÍDEO: Sette Câmara detalha protocolo da volta da F1, chance na Red Bull e nota em game
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Autor Luke Smith