Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Hamilton vê Mercedes com déficit de velocidade para Ferrari

compartilhar
comentários
Hamilton vê Mercedes com déficit de velocidade para Ferrari
Por:
12 de abr de 2019 13:38

Piloto britânico afirma que será complicado de recuperar desvantagem com desenvolvimentos do motor

Lewis Hamilton disse que será difícil para a Mercedes superar a Ferrari se sua rival tiver estabelecido uma vantagem de motor.

A Mercedes terminou em primeiro e segundo lugar nos dois primeiros GPs da temporada, com Valtteri Bottas vencendo na Austrália e Hamilton vencendo no Bahrein, depois que a Ferrari de Charles Leclerc sofreu um problema no motor.

Leia também:

No entanto, a Mercedes ainda está preocupada com a vantagem de velocidade da Ferrari no Bahrein, e se diz atenta para o GP da China deste fim de semana.

Perguntado se um déficit de motor seria mais difícil de alcançar do que no lado do chassi, Hamilton disse: "acho que sim”.

"Do lado do motor, as coisas são muito, muito difíceis de fazer grandes ganhos sem correr riscos, especialmente com os regulamentos que temos nos dias de hoje, com a pequena quantidade de motor e turbos que podemos usar. Esses passos são mais difíceis de encontrar.”

"Eu acho que é provavelmente uma combinação de algumas coisas. Mas reduzir essa desvantagem em velocidade de linha reta não é algo que você verá de forma particularmente rápida."

A Mercedes tem sido a força dominante na era do motor turbo-híbrido V6 da F1, conseguindo todos os títulos desde 2014. A Ferrari desenvolveu um pacote vencedor de corridas nas últimas duas temporadas, embora a Mercedes ache que agora o time italiano tenha a vantagem.

"Parece que há uma grande diferença nas retas, honestamente", disse Bottas. "Foi assim no Bahrein, mas é apenas uma pista e há diferentes níveis de downforce, o que afeta bastante a velocidade”.

"É muito difícil ganhar 0s4 em termos de potência de motor ao longo de uma temporada. Trabalharemos da melhor forma possível, mas também não esqueceremos as outras áreas que ainda conhecemos com o carro que ainda podemos melhorar."

"Ainda é muito cedo na temporada e, especialmente com os novos regulamentos, as performances dos carros vão melhorar muito."

O chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff, concordou que os níveis de downforce podem ter sido um grande fator no Bahrein, onde Sebastian Vettel temia que a Ferrari não tivesse vantagem máxima. Wolff também disse que a Ferrari merece crédito.

"Houve uma boa velocidade de reta, mas nem sempre é a potência do motor", disse ele quando questionado pelo Motorsport.com sobre os comentários de Hamilton sobre o déficit de motores.

"Os níveis de arrasto estão desempenhando um papel importante no cálculo. Isso é algo que precisamos avaliar. Esta manhã no TL1 houve uma volta assustadora de Sebastian novamente na velocidade reta, mas é o que é.”

"Temos que nos esforçar, lutar e extrair o desempenho do chassi e da unidade de potência. Ter um objetivo como este à sua frente ajuda e motiva."

Reportagem adicional por Adam Cooper e Stuart Codling

Próximo artigo
FIA obriga Mercedes a mudar nova asa dianteira levada para China

Artigo anterior

FIA obriga Mercedes a mudar nova asa dianteira levada para China

Próximo artigo

Raikkonen: Fórmula 1 está se tornando "mais um hobby" para mim

Raikkonen: Fórmula 1 está se tornando "mais um hobby" para mim
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Compre Agora
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Scott Mitchell