Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Hulkenberg: colapso da Renault no Bahrein foi "momento brutal"

compartilhar
comentários
Hulkenberg: colapso da Renault no Bahrein foi "momento brutal"
Por:
1 de abr de 2019 12:32

Os dois carros da equipe francesa quebraram nas voltas finais da corrida de Sakhir, trazendo o safety car à pista e permitindo pódio de Leclerc

Após as duas Renaults abandonarem o GP do Bahrein no fim da prova, Nico Hulkenberg lamentou o azar da equipe francesa, mas celebrou o ritmo apresentado em Sakhir: “Obviamente é amargo, difícil de engolir. Um momento brutal que pode acontecer nas corridas. O lado positivo é que tivemos um ritmo decente, mas os problemas impediram resultados realmente bons".

O alemão estava a caminho de um sexto lugar, mas tudo foi em vão quando ele sofreu um problema na unidade de potência a apenas duas voltas do fim. Momentos depois, Ricciardo parou na mesma curva, com problemas no MGU-K, que dá potência ao motor híbrido através da recuperação da energia cinética das frenagens.

Leia também:


"Eu já tinha certeza dos pontos. Mas isso só mostra que a corrida só acaba quando termina. Eu estava controlando tudo. Tinha uma vantagem grande em relação ao Lando Norris e estava tudo bem. E o problema veio sem nenhum sinal anterior. Aconteceu de um momento para outro”, lamentou o campeão das 24 Horas de Le Mans.

Hulkenberg vinha fazendo excelente prova, tendo largado em 17º após mau treino classificatório. “A primeira volta foi como uma zona de guerra. Foi uma loucura. Carros em todo o lugar, contato, faíscas, peças voando por aí – até fui atingido no capacete. Tinha tudo. Foi uma corrida espetacular. Fiz muitas ultrapassagens, o que foi divertido. Teria sido muito bom terminar com esses pontos, mas só precisamos nos recuperar”, lembrou.

Bahrain GP action

Bahrain GP action

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Chefe da Renault, Cyril Abiteboul lamentou as quebras: "Depois de uma intertemporada muito intensa, foi um começo muito ruim para a nossa temporada. Como em Melbourne, nossa qualificação no Bahrein foi maciçamente comprometida por pequenos problemas com a eletrônica, que impactaram os dois carros. Nossa corrida acabou tão perto do final... E por problemas que já havíamos encontrado, mas não conseguimos corrigir”.

“São coisas cada vez mais frustrantes e inaceitáveis, já que ambos os carros mostraram uma competitividade muito boa tanto em tempos de volta como no ritmo de corrida. Nico fez outra excelente prova, saindo de 17º para sexto. Daniel está adquirindo uma experiência preciosa e, apesar do bom ritmo, sua estratégia não funcionou. Ele continuará sua adaptação ao carro no teste desta semana. Precisamos reagir e mudar nosso foco para a confiabilidade".

Próximo artigo
F1: Saco plástico na asa dianteira atrapalhou Bottas no Bahrein

Artigo anterior

F1: Saco plástico na asa dianteira atrapalhou Bottas no Bahrein

Próximo artigo

Russell dividirá carro da Mercedes com Hamilton em teste da F1 no Bahrein

Russell dividirá carro da Mercedes com Hamilton em teste da F1 no Bahrein
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Sub-evento Corrida
Pilotos Nico Hulkenberg Compre Agora
Equipes Renault F1 Team
Autor Jonathan Noble