Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
43 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
50 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
64 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
78 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
92 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
99 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
113 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
127 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
134 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
148 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
169 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
183 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
211 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
218 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
232 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
239 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
253 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
267 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
274 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
288 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
302 dias

Leclerc questiona falta de punição a Magnussen

compartilhar
comentários
Leclerc questiona falta de punição a Magnussen
Por:
Co-autor: Oleg Karpov
7 de out de 2018 15:16

Charles Leclerc afirmou que não consegue entender por que Kevin Magnussen não foi punido por sua “perigosa” manobra durante a disputa do GP do Japão.

Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18, leads Charles Leclerc, Sauber C37
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18, Charles Leclerc, Sauber C37 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Charles Leclerc, Sauber C37
Charles Leclerc, Sauber, puts on his helmet.

Magnussen foi tocado por trás por Leclerc após o dinamarquês se mover repentinamente para o lado de dentro na reta dos boxes no momento em que o monegasco tentava realizar uma ultrapassagem.

O incidente resultou em um furo de pneu para Magnussen, que posteriormente abandonou com um carro danificado.

Os comissários de prova investigaram o incidente, mas concluíram que nenhum piloto foi predominantemente culpado, e, portanto, não impuseram nenhuma punição.

Leclerc, que chamou Magnussen de “estúpido” pelo rádio, disse que não entendeu a decisão.

“Para mim, é claro do cockpit. Tenho de assistir às imagens, mas há um ou dois anos, houve uma situação muito similar com Kimi e Max Verstappen em Spa, quando Max estava olhando nos retrovisores e, assim que Kimi se movia, Max se movia”, disse Leclerc ao Motorsport.com.

“E acho que todos concordamos naquela época que foi uma manobra perigosa.”

“Não entendo por que ele [Magnussen] não foi punido hoje. Preciso entender, porque, se isso é possível, farei o mesmo na próxima vez e também vou esperar que um piloto faça isso.”

“Para mim, é perigoso nesse tipo de velocidade.”

Leclerc disse que era importante que os comissários tomassem uma atitude contra Magnussen, que se envolveu em diversos incidentes neste ano, para garantir que eles entendam o que é permitido fazer na pista.

“Só tenho um ano na F1 e com certeza o piloto com quem mais tive problemas é Kevin. E não sou o único, já que já conversei com outros pilotos. Então, não entendo por que às vezes não somos mais duros com pilotos assim, porque, caso contrário, continuaremos assim.”

“Se pudermos correr assim, então eu também correrei assim, mas, para mim, não é a forma certa.”

Próximo artigo
Fogo prejudica telemetria de Grosjean no Japão

Artigo anterior

Fogo prejudica telemetria de Grosjean no Japão

Próximo artigo

Raikkonen não acredita que Verstappen teve má intenção

Raikkonen não acredita que Verstappen teve má intenção
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kevin Magnussen , Charles Leclerc
Equipes Sauber
Autor Filip Cleeren