Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
71 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
85 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
92 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
148 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
155 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
169 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
176 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
190 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
204 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
211 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
225 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
239 dias

Magnussen: "Simplesmente não tínhamos ritmo" no GP do Bahrein

compartilhar
comentários
Magnussen: "Simplesmente não tínhamos ritmo" no GP do Bahrein
Por:
1 de abr de 2019 14:03

"Eu simplesmente não tinha aderência. O carro não estava bem. Deslizava por toda parte, travava em muitos lugares", relatou o dinamarquês

Após ficar em sexto no GP da Austrália e empolgar a Haas com a velocidade do novo carro, Kevin Magnussen ficou apenas em 13º na etapa do Bahrein, neste domingo. Segundo o dinamarquês, o desempenho visto no VF-19 em Melbourne não se repetiu em Sakhir: "Simplesmente não tínhamos ritmo. Estávamos desesperançosos do começo ao fim. Nas retas, não havia como se defender de ninguém. Foi uma corrida sem esperança”.

Diferentemente do que ocorreu em Albert Park, Magnussen ficou na parte de trás do pelotão intermediário no autódromo barenita e teve dificuldades em relação à aderência, chegando apenas em 13º. "Éramos muito bons na qualificação, então o carro tinha que ser bom na corrida, mas algo não estava certo e precisamos trabalhar muito para tentar entender o que deu errado”, lamentou.

Leia também:


"Nós claramente temos um bom carro, mas é muito preocupante ter uma corrida assim. Eu simplesmente não tinha aderência. O carro não estava bem. Deslizava por toda parte, travava em muitos lugares. Totalmente diferente do que tínhamos na qualificação. Muito estranho. Estávamos céticos quanto ao ritmo de corrida, mas não esperávamos que fosse tão ruim assim. Precisamos tentar entender o que deu errado”, relatou.

O dinamarquês explicou que o problema de velocidade em retas provavelmente se deveu ao acerto aerodinâmico da Haas, que gerava muito arrasto: “Éramos os mais lentos nas retas. Outros carros com motores da Ferrari estavam passando por mim”.

“Sabíamos que tínhamos um downforce alto, então não é uma surpresa grande, mas pensamos que seríamos mais rápidos. Fomos muito lentos e a velocidade na reta era impossível, e ainda foi caindo a cada volta”, disse Magnussen. Ele ainda teve um desfecho melhor que seu companheiro Romain Grosjean, que abandonou nas duas provas de 2019.

Kevin Magnussen, Haas F1

Kevin Magnussen, Haas F1

Photo by: Andy Hone / LAT Images

Próximo artigo
Chefe da Ferrari: "Decepcionados, não tristes" após GP do Bahrein

Artigo anterior

Chefe da Ferrari: "Decepcionados, não tristes" após GP do Bahrein

Próximo artigo

Vettel: Rodada na briga com Hamilton não teve "nada a ver com pressão"

Vettel: Rodada na briga com Hamilton não teve "nada a ver com pressão"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Autor Jonathan Noble