Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
47 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
54 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
68 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
82 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
96 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
103 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
117 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
131 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
138 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
152 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
173 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
187 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
215 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
222 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
236 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
243 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
257 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
271 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
278 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
292 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
306 dias

Patrocinador: Haas é superior a rivais diretos em muitos quesitos

compartilhar
comentários
Patrocinador: Haas é superior a rivais diretos em muitos quesitos
Por:
9 de fev de 2019 11:05

CEO da Rich Energy explicou os motivos que o fizeram escolher a Haas e não equipes tradicionais como Williams e McLaren para entrar na F1 por um “longo prazo”

O novo patrocinador da Haas na Fórmula 1, a Rich Energy, escolheu a equipe norte-americana "porque em todos os quesitos eram muito superiores" a times como McLaren e Williams.

A empresa de bebidas energéticas assinou um contrato com a Haas no final do ano passado e esta semana a equipe apresentou seu carro de 2019 da com uma pintura preta e dourada inspirada pela Lotus.

A Rich Energy estava ligada à compra da Force India no verão passado, antes de voltar suas atenções para a Haas, mas também era conhecida por ter conversado com McLaren e Williams.

Questionado sobre a escolha pela Haas, que está se preparando para seu quarto ano na F1 e terminou em quinto no campeonato de construtores na última temporada, o CEO da Rich Energy, William Storey, disse: "Por todos os quesitos, eles eram muito superiores.”

"Eles tinham o melhor modelo de negócios do esporte, estavam posicionados de forma única para explorar as mudanças nos regulamentos e acho que eles são administrados de uma maneira muito despretensiosa.”

"Eu acho que eles são competidores apropriados, Gene Haas é um empresário maravilhoso que está se aproximando do automobilismo da maneira certa, Gunther Steiner é um brilhante chefe de equipe e eles têm dois pilotos com personalidade."

A Haas entrou na F1 em 2016 por meio de uma parceria com a Ferrari, que envolve o uso de peças conforme permitido pelos regulamentos da FIA, e a Dallara, que produz os componentes da própria Haas.

A equipe marcou pontos em sua estreia e no ano passado desafiou a Renault pelo quarto lugar no campeonato de construtores.

Storey disse ao Motorsport.com: "Estávamos revisando as opções de vários negócios, revisando as equipes, e nos sentimos impressionados em termos de gestão, modelo de negócios, quão eficientes eles são, quão profissionais eles são em se concentrar nas coisas importantes.”

"Muitas equipes grandes, na minha opinião, são atacadas por coisas periféricas. Não acho que seja um segredo estarmos conversando com outras equipes, todas apresentando propostas muito boas."

"Mas sentimos que, quando analisamos friamente, a Haas estava com a cabeça e os ombros acima do resto em termos de uma parceria para nós.”

Storey colocou os críticos da Rich Energy e de seu produto como aqueles que não acreditam na ida do homem à Lua em 1969, ou alegam que Elvis Presley ainda está vivo.

Ele nomeou o co-proprietário do West Ham United Football Club, David Sullivan, como um dos sete acionistas, indicando que há uma quantidade significativa de dinheiro por trás da empresa.

"Não estaríamos onde estamos se seguíssemos a multidão", disse Storey. "Pretendemos estar na F1 a longo prazo e acreditamos que a Haas é absolutamente um parceiro ideal para nós.”

"É muito 'David enfrentando os Golias' na F1 e estamos fazendo o mesmo no setor de bebidas.”

Próximo artigo
Ouça o motor do novo carro da Mercedes para temporada 2019

Artigo anterior

Ouça o motor do novo carro da Mercedes para temporada 2019

Próximo artigo

Philip Morris não se incomoda com investigação sobre patrocínio da Ferrari

Philip Morris não se incomoda com investigação sobre patrocínio da Ferrari
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Haas F1 Team
Autor Scott Mitchell