Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
25 dias
06 mai
Próximo evento em
67 dias
20 mai
Próximo evento em
81 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
95 dias
10 jun
Próximo evento em
102 dias
24 jun
Próximo evento em
116 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
137 dias
29 jul
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
179 dias
02 set
Próximo evento em
186 dias
09 set
Próximo evento em
193 dias
23 set
Próximo evento em
207 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
214 dias
07 out
Próximo evento em
221 dias
21 out
Próximo evento em
235 dias
28 out
Próximo evento em
242 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
278 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
287 dias

Renault: “Vai ser duro para Alonso se acostumar com carro”

Diretor técnico da Renault, Marcin Budkowski, destaca as dificuldades que Fernando Alonso terá que enfrentar em seu retorno à F1 em 2021

compartilhar
comentários
Renault: “Vai ser duro para Alonso se acostumar com carro”

Embora Alonso tenha se retirado da F1 no final de 2018, ele permaneceu vinculado às competições desde então. Neste período, o espanhol venceu duas vezes as 24 Horas de Le Mans, foi campeão mundial de endurance, participou do Dakar e voltou a participar das 500 Milhas de Indianápolis.

Seu retorno à F1 com a Renault em 2021 foi confirmado em julho e desde então ele tem executado um programa de testes intensivos com os carros de 2018 e de 2020.

Leia também:

O espanhol conseguiu testar a base do carro com que vai ter em 2021 nos testes de Abu Dhabi, originalmente reservado a jovens pilotos. Alonso completou 105 voltas e terminou com o melhor tempo.

Apesar de toda essa preparação, o retorno do bicampeão à Fórmula 1 não será fácil, de acordo com seu novo diretor técnico, Marcin Budkowski.

“Acho que você tem que levar em consideração a desvantagem que ele tem, porque ele não guia há dois anos”, disse Budkowski.

"Compreendo que para Carlos [Sainz] ou Daniel [Ricciardo] mudar de equipe no próximo ano e habituar-se a outra diferente seja difícil. Eles têm muito que aprender, diferentes formas de trabalhar, diferentes engenheiros, mas no caso do Fernando ele não corre há dois anos."

"É por isso que tentamos dar a ele tempo na pista e também um programa com o carro de 2018, apenas para colocá-lo de volta na pista, condicionamento físico, pescoço e coisas assim que ele precisa."

Além disso, de acordo com Budkowski, Alonso também terá a desvantagem de que o número de dias de teste de inverno foi reduzido de seis para três.

"Sim, vai ser difícil para o Fernando se acostumar com o carro em um dia e meio de testes, mas acho ainda mais porque ele não guia há muito tempo", completou.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1: Entenda os FATORES que fizeram RED BULL optar por PÉREZ ao lado de VERSTAPPEN

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

Ferrari quer top-3 em 2021, mas reclama de sistema de desenvolvimento para rivais; entenda

Artigo anterior

Ferrari quer top-3 em 2021, mas reclama de sistema de desenvolvimento para rivais; entenda

Próximo artigo

Análise: Após final feliz, qual cenário Pérez encontrará na Red Bull?

Análise: Após final feliz, qual cenário Pérez encontrará na Red Bull?
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Equipes Renault F1 Team
Autor Filip Cleeren