Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
59 dias
06 mai
Próximo evento em
101 dias
20 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
129 dias
10 jun
Próximo evento em
136 dias
24 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
171 dias
29 jul
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
213 dias
02 set
Próximo evento em
220 dias
09 set
Próximo evento em
227 dias
23 set
Próximo evento em
241 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
248 dias
07 out
Próximo evento em
255 dias
21 out
Próximo evento em
269 dias
28 out
Próximo evento em
276 dias
05 nov
Próximo evento em
284 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
297 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
312 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
321 dias

Vettel deve seguir ordens de equipe apesar de saída da Ferrari no final da temporada

compartilhar
comentários
Vettel deve seguir ordens de equipe apesar de saída da Ferrari no final da temporada
Por:
, Editor

Segundo o tetracampeão, sua abordagem não mudará apesar da saída da equipe no final do ano

A saída de Sebastian Vettel na Ferrari no final do ano, dando lugar para Carlos Sainz, deixou uma dúvida no ar: o tetracampeão continuaria seguindo ordens de equipe mesmo com sua saída confirmada ou vai agir como quiser? Na coletiva com os pilotos da Fórmula 1 na quinta (02), o alemão confirmou que sua abordagem continuará a mesma em 2020.

Ontem, Vettel revelou também que a Ferrari não chegou a oferecer a ele uma renovação de contrato para 2021 e que ficou surpreso ao receber uma ligação informando sua saída da equipe.

Leia também:

A tensão entre Vettel e Leclerc cresceu ao longo de 2019, principalmente nos momentos que a Ferrari tentou aplicar ordens de equipe. O ápice da tensão foi o choque entre ambos no GP do Brasil, que tirou os dois da prova.

Na coletiva, Vettel disse que, apesar de sua saída da Ferrari, ele não mudaria sua abordagem com relação às ordens de equipe caso a situação apareça.

"Acho que esse ano é muito difícil de responder, porque não sabemos exatamente que temporada teremos pela frente. Não sabemos o quão competitivo seremos", disse. "Mas certamente, se a situação aparecer, e fizer sentido, acho que é normal esperar que os pilotos se ajudem".

"Não acho que nada muda com o fim do meu contrato e a saída da equipe. Mas, como eu disse à época, você está obviamente correndo sozinho. Não vou fazer a vida de Charles algo tranquila, simplesmente deixando ele passar. Nós já vínhamos lutando, e vamos continuar assim".

Leclerc concordou que não haveria mudanças no modo que a equipe lida com as ordens de equipe, enfatizando o trabalho como equipe.

"Não acho que isso vai mudar em comparação às outras temporadas", disse Leclerc. "No ano passado, estávamos lutando e, em alguns momentos, tínhamos que jogar como equipe, o que é sempre muito importante".

"É também muito benéfico para nós trabalharmos como equipe. Haverão situações que eu acho que teremos que trabalhar assim".

Leclerc acrescentou que, apesar de momentos tensos na pista com Vettel em 2019, ele sempre sentiu que havia um grande respeito entre eles.

"Eu aprendi muito tendo o Seb como companheiro, e continuarei aprendendo até o fim da temporada. Não apenas como piloto, mas também como pessoa. Gosto muito dele. Tivemos nossas lutas na pista e algumas vezes não terminou bem, mas sempre tivemos respeito um com o outro fora da pista".

Direto do Paddock: 'acampamento' de Vettel, bronca de Hamilton e mistério de Mercedes e Renault

PODCAST: A F1 está de volta! Saiba tudo sobre 'novo normal' da categoria

 

Related video

Red Bull vai pedir esclarecimentos à FIA sobre Sistema de Direção de Eixo Duplo da Mercedes

Artigo anterior

Red Bull vai pedir esclarecimentos à FIA sobre Sistema de Direção de Eixo Duplo da Mercedes

Próximo artigo

Mercedes ainda busca respostas sobre polêmico acordo secreto entre FIA e Ferrari envolvendo motor de 2019

Mercedes ainda busca respostas sobre polêmico acordo secreto entre FIA e Ferrari envolvendo motor de 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Scuderia Ferrari
Autor Luke Smith