Pedro Piquet fala de expectativa na F2 e nega interesse na Indy

compartilhar
comentários
Pedro Piquet fala de expectativa na F2 e nega interesse na Indy
Por:
, Repórter
25 de dez de 2019 15:40

Filho do tricampeão mundial de F1 Nelson Piquet, piloto de 21 anos projetou temporada 2020

Após um campeonato de 2019 consistente na Fórmula 3 pela equipe Trident, Pedro Piquet concretizou seu objetivo e foi 'promovido' à Fórmula 2 para a próxima temporada, na qual correrá pela Charouz Racing System.

Filho de Nelson Piquet, tricampeão mundial da Fórmula 1, o piloto disse ao Motorsport.com que sua preocupação imediata é conhecer o novo carro. O jovem de 21 anos apontou os novos aros da categoria como um dos desafios primários.

Leia também:

"No ano que vem, a F2 vai usar rodas de aro 18, antes de a F1 usar em 2021. Então meu objetivo principal no primeiro momento é me adaptar bem ao carro", afirmou Pedro, irmão de Nelsinho Piquet, primeiro campeão da Fórmula E, ex-F1 e atualmente piloto da Stock Car.

O mais novo herdeiro de Nelson Piquet na elite do automobilismo mundial também explicou por que optou pela Charouz: "Eu já tive contato com alguns engenheiros e outras pessoas da equipe, então é melhor ir para um lugar conhecido".

Pedro também foi questionado pela reportagem sobre os aprendizados que adquiriu do pai em meio à 'escalada' para a F2. "A época dele era bem diferente, mas a experiência sempre ajuda e ele me dá umas boas dicas", respondeu. Veja o piloto em ação na F3 em 2019:

Galeria
Lista

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
1/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Robert Shwartzman, PREMA Racing Pedro Piquet, Trident Jehan Daruvala, PREMA Racing

Robert Shwartzman, PREMA Racing Pedro Piquet, Trident Jehan Daruvala, PREMA Racing
2/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident Robert Shwartzman, PREMA Racing and Jehan Daruvala, PREMA Racing

Pedro Piquet, Trident Robert Shwartzman, PREMA Racing and Jehan Daruvala, PREMA Racing
3/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
4/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
5/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
6/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
7/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
8/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
9/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
10/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
11/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
12/14

Foto de: Gareth Harford / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
13/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

Pedro Piquet, Trident

Pedro Piquet, Trident
14/14

Foto de: Joe Portlock / Motorsport Images

O Motorsport.com também questionou o jovem sobre a influência de Nelsinho em sua trajetória rumo à 'série B' da F1. "Ele me dá conselhos, mas eu já conheço quase todas as pistas da F2 por conta do período na F3/GP3", ponderou Pedro.

O piloto ainda negou interesse na IndyCar: "Na verdade, não tenho tanto interesse pela Indy. Acho os ovais muito perigosos, então não é algo que esteja nos planos para o futuro". Em 1992, na tentativa de disputar as 500 Milhas de Indianápolis, o Nelson Piquet 'original' sofreu um dos acidentes mais graves de sua carreira. Na galeria abaixo, você relembra 10 momentos marcantes da trajetória do tricampeão na F1:

Galeria
Lista

GP da Alemanha – 1981

GP da Alemanha – 1981
1/10

Foto de: LAT Images

Depois de um começo de campeonato complicado, Piquet se superou na pista de Hockenheim e mesmo com seu carro danificado, superou Alain Prost e Alan Jones para dar o pontapé inicial para seu primeiro título na F1

GP da Europa – 1983

GP da Europa – 1983
2/10

Foto de: BMW AG

Na prova disputada em Brands Hatch, na Inglaterra, Piquet largou em quarto e depois de uma disputa acirrada com Prost, venceu a prova e abriu caminho para o bicampeonato

GP da África do Sul – 1983

GP da África do Sul – 1983
3/10

Foto de: BMW AG

Para não depender dos resultados de Alain Prost e René Arnoux, Piquet precisava vencer o GP da África do Sul, mas após a quebra do motor do carro de Prost, bastou chegar em terceiro para comemorar seu segundo título na F1

GP do Canadá – 1984

GP do Canadá – 1984
4/10

Foto de: LAT Images

Vencedor de ponta a ponta, Nelson Piquet enfrentou, além dos rivais Niki Lauda e Alain Prost, queimaduras nos pés causadas pelos pedais superaquecidos de sua Brabham

GP da França – 1985

GP da França – 1985
5/10

Foto de: LAT Images

Quinto do grid, Piquet superou Keke Rosberg, Ayrton Senna, Michele Alboreto e Alain Prost e venceu a prova sob forte calor

GP do Brasil – 1986

GP do Brasil – 1986
6/10

Foto de: LAT Images

Logo após a largada, Piquet tomou a ponta de Ayrton Senna e, soberano na pista, cruzou a linha de chegada em primeiro e 35 segundos à frente do então piloto da Lotus

GP da Hungria – 1986

GP da Hungria – 1986
7/10

Foto de: LAT Images

Era a primeira vez da F1 na Hungria. Após uma grande batalha contra Ayrton Senna, Piquet acabou prevalecendo e subindo ao andar mais alto do pódio

GP da Itália - 1987

GP da Itália - 1987
8/10

Foto de: LAT Images

Em mais um duelo contra Ayrton Senna, Piquet conquistou sua terceira e última vitória na temporada do tricampeonato

GP dos Estados Unidos – 1987

GP dos Estados Unidos – 1987
9/10

Foto de: Sutton Motorsport Images

No circuito de rua de Detroit, Piquet largou em terceiro atrás de Senna, mas na terceira volta o pneu traseiro esquerdo furou e jogou o brasileiro para a 22ª posição. Após a parada para troca do pneu, Piquet fez uma espetacular corrida de recuperação e completou a corrida em segundo

GP da Austrália – 1990

GP da Austrália – 1990
10/10

Foto de: LAT Images

Sétimo do grid com sua Benetton, Piquet protagonizou uma de suas corridas mais inspiradas. Após superar as Ferraris e a McLaren de Gerhard Berger e assumir a segunda posição, herdou a ponta após problemas na McLaren de Senna e venceu a prova segurando ainda o furioso Leão Nigel Mansell na reta final

Siga o Motorsport.com no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube

Próximo artigo
Pedro Piquet é confirmado na Charouz e disputará temporada 2020 da F2

Artigo anterior

Pedro Piquet é confirmado na Charouz e disputará temporada 2020 da F2

Próximo artigo

Sette Câmara diz estar negociando com "todas as categorias de monoposto" para 2020

Sette Câmara diz estar negociando com "todas as categorias de monoposto" para 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria FIA F2 , IndyCar
Pilotos Pedro Piquet
Equipes Charouz Racing System
Autor Carlos Costa