Pronto pra Indy, Hulkenberg diz que trem da F1 “provavelmente partiu”

Piloto alemão participará do teste de Barber para a McLaren na segunda-feira

Pronto pra Indy, Hulkenberg diz que trem da F1 “provavelmente partiu”

Antes de seu primeiro teste na IndyNico Hulkenberg  olha para o futuro e avalia seu passado. Será que o alemão seguirá o caminho percorrido por Romain Grosjean e se tornará o próximo piloto de Fórmula 1 a mudar para a categoria norte-americana?

Na segunda-feira, 'Hulk' dará o primeiro passo ao participar do teste de Barber para a Arrow McLaren. No momento, está sendo puramente anunciado como uma chance para Hulkenberg testar um monoposto da Indy e, em essência, para ver se ele gostaria de um dia seguir um programa de corrida.

Leia também:

No entanto, há uma oportunidade clara no horizonte, já que a equipe está avaliando a possibilidade de rodar um terceiro carro em tempo parcial em 2022, ao lado de Pato O'Ward e Felix Rosenqvist.

Se o teste for bem-sucedido e fizer sentido comercial, pode ser uma grande oportunidade para ambas as partes.

Hulkenberg estaria entrando direto em uma equipe que provou ser capaz de correr na frente do pelotão este ano, já que O'Ward venceu duas corridas, liderou várias outras e acabou terminando em terceiro no campeonato.

O time, por sua vez, teria um bom piloto. Ao longo de uma carreira de 10 anos no topo na F1 com Williams, Force India, Sauber e Renault, ele liderou, pegou uma pole e fez duas voltas mais rápidas, mas nunca teve a oportunidade de guiar um carro verdadeiramente competitivo. Nico também demonstrou sua versatilidade ao vencer Le Mans com a Porsche em sua primeira tentativa em 2015.

Hulkenberg's biggest win so far is the 2015 24 Hours of Le Mans for Porsche along with Nick Tandy and Earl Bamber.

Hulkenberg's biggest win so far is the 2015 24 Hours of Le Mans for Porsche along with Nick Tandy and Earl Bamber.

Photo by: Eric Gilbert

A McLaren sabe exatamente o quão bom Hulkenberg pode ser, então o teste da próxima semana não é realmente sobre a avaliação do piloto. O CEO da empresa, Zak Brown, teve muito tempo para observar o alemão de 34 anos ao longo dos anos.

Na temporada passada, Hulkenberg serviu como piloto reserva para a então chamada Racing Point (agora Aston Martin), e lembrou a todos de sua habilidade quando substituiu Sergio Pérez em Silverstone.

Não tendo começado o GP da Inglaterra depois de um problema em seu carro, ele se classificou em um impressionante terceiro lugar no GP do 70º aniversário da F1 no fim de semana seguinte. O alemão terminou em sétimo lugar e, quando foi chamado novamente para substituir Lance Stroll no GP da Alemanha, marcou mais pontos com um oitavo lugar.

O piloto manteve o cargo de reserva na Aston Martin este ano, mas seus serviços não foram chamados. E, sem oportunidades na F1 no horizonte, seu futuro pode estar na Indy.

"É claro que estou animado para guiar novamente", disse. "Não estou ao volante há quase um ano - desde Nurburgring no ano passado."

"Estou animado, e ainda sinto que tenho algumas boas voltas com meu pé direito. Portanto, estou descobrindo mais sobre o carro [Indy]. Obviamente, a F1 não vai acontecer, então você procura a próxima melhor alternativa, e a Indy é definitivamente interessante."

Este ano, Grosjean causou uma grande impressão na sua temporada de estreia, com três pódios e uma pole position, e era óbvio para todos o quanto gostava de correr na frente depois de anos lutando com as dificuldades em Haas.

No entanto, Hulkenberg insiste que o francês não foi uma inspiração particular.

"Não, na verdade não. Não é Romain, é apenas meu desejo ainda de correr com um monoposto no nível mais competitivo possível que estiver disponível para mim. E esses carros são muito legais, a corrida é boa. Parece muito agradável e divertido."

Arrow McLaren SP has a handle on the Barber Motorsports Park, as evidenced by Pato O'Ward taking pole there in April.

Arrow McLaren SP has a handle on the Barber Motorsports Park, as evidenced by Pato O'Ward taking pole there in April.

Photo by: Art Fleischmann

Hulkenberg estará pronto para fazer a mudança em 2022?

"Acho que sim, nas circunstâncias certas", ele responde. "Esta não é minha decisão. Essa é a decisão da equipe - quantos carros eles colocam no campeonato. Mas precisamos andar antes de correr. Vou fazer o teste, e depois disso obviamente saberei mais sobre isso, e então vamos sentar juntos e conversar. "

O piloto alemão também está preparado para se mudar com a sua família para os EUA.

“Isso é muito viável, especialmente com um bebê”, ele observa, “porque você não tem que realmente tirar as crianças da escola e outras coisas. É realmente a hora de fazer isso”.

O interesse de Hulkenberg na Indy reflete sua aceitação de que não há chance real de voltar à F1. Por um tempo, ele foi um dos pilotos com maior probabilidade de ser chamado em uma emergência, e não apenas pela Aston Martin.

"Sim, definitivamente. Tenho que ser realista aí, que este trem provavelmente partiu, especialmente, dada a situação atual de hoje. É o que é. Obviamente, como um piloto você faz parte do processo de decisão, mas as equipes, em última análise, tomam as decisões, e algumas equipes têm gostos ou decisões questionáveis!"

"Eu sinto que os 10 melhores pilotos, talvez 12, são realmente de alta qualidade e pilotos realmente excelentes. E a metade inferior, a qualidade não é tão alta quanto costumava ser. E há muitos outros fatores nisso. Obviamente, do meu ponto de vista, é um pouco triste e decepcionante ver isso, mas é assim que as coisas são."

Hulkenberg nunca deu o salto para um carro vencedor de corridas na F1 e, de fato, apesar de terminar em sétimo lugar com a Renault no campeonato mundial de 2018, ele nunca chegou ao pódio.

Ele se arrepende das decisões que tomou ao longo do caminho?

"Quer dizer, sempre há coisas que você pode fazer melhor", disse ele, "mas pensando bem... Não é minha personalidade pensar nisso por tanto e tanto tempo."

"Claro, havia coisas que eu poderia ter feito de forma diferente - na verdade, mais no início da minha carreira - e direcionado para diferentes situações. E, claro, eu aprendi com isso, mas ... está feito."

"Então, para ser honesto, não tenho muitos arrependimentos. Eu me diverti muito", concluiu.

Hulkenberg's F1 highlight was driving his Williams to pole ahead of the Red Bull Racing duo at Interlagos in 2010.

Hulkenberg's F1 highlight was driving his Williams to pole ahead of the Red Bull Racing duo at Interlagos in 2010.

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN TIRA POLE DE HAMILTON E LARGA EM PRIMEIRO NOS ESTADOS UNIDOS; assista debate

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas

Podcast #138 – Red Bull não sabe o que fazer contra Mercedes após GP da Turquia?

 

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Após 'adeus' à F1, Hulkenberg testará na Indy pela McLaren; veja
Artigo anterior

Após 'adeus' à F1, Hulkenberg testará na Indy pela McLaren; veja

Próximo artigo

Indy: Hulkenberg impressiona Arrow McLaren em primeiro teste

Indy: Hulkenberg impressiona Arrow McLaren em primeiro teste
Carregar comentários