MotoGP
28 mar
Evento encerrado
04 abr
Evento encerrado
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
14 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
28 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
42 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
49 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
63 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
70 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
84 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
119 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
133 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
147 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
154 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
168 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
175 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
189 dias
28 out
Próximo evento em
196 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
210 dias

Dovizioso diz que não se sente derrotado por vices contra Márquez

Italiano ressaltou momento da Ducati quando perdeu campeonato para piloto espanhol e Honda

Dovizioso diz que não se sente derrotado por vices contra Márquez

Andrea Dovizioso anunciou na semana passada que terá um ano sabático em 2021, depois de não ter garantido lugar na MotoGP.

O italiano estreou na MotoGP em 2008, venceu 15 corridas e foi vice-campeão em três ocasiões, de 2017 a 2019, perdendo para Marc Márquez.

Leia também:

Sua primeira temporada com a Ducati em 2013 foi difícil, com o italiano conseguindo apenas dois resultados entre os cinco primeiros em um pacote não competitivo.

A campanha de 2020 tem sido igualmente difícil para Dovizioso, com a construção dos novos pneus da Michelin a causando problemas ao longo da temporada, embora ainda tenha conseguido uma vitória no GP da Áustria.

Questionado pelo Motorsport.com se poderia ficar satisfeito com a carreira caso não voltasse do ano sabático, Dovizioso disse: “Sim, vou ficar feliz pelo que fiz na minha carreira, especialmente nos últimos três anos com a Ducati. Não podíamos ganhar o título e era o nosso objetivo.”

“Se eu pensar nesses três anos, não sinto que perdemos porque viemos de muito longe e acho que o que fizemos juntos nesses três anos foi algo especial.”

“Estávamos contra Marc [Márquez] e a Honda, então foi muito, muito difícil para nós vencê-los.”

“Mas estou muito feliz com esses três anos. Acho que demos passos importantes, um passo na minha carreira, no que pude mostrar. Então, estou muito feliz com isso. Mas neste momento, eu realmente quero acreditar no futuro.”

Dovizioso esteve perto de um contrato como piloto de teste com a Yamaha, antes de optar por um ano sabático.

Ele vai correr em motorcross no próximo ano e permanecer apto com vista a regressar à MotoGP em 2022.

O piloto da LCR Honda, Cal Crutchlow, foi contratado como piloto de testes da Yamaha em 2021, substituindo Jorge Lorenzo no papel.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

EXCLUSIVO: Entenda como Racing Point deixou de ser apenas a ‘Mercedes rosa’

PODCAST: Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

 

compartilhar
Objetivo no GP de Portugal é melhorar minha performance, não a da moto, diz Quartararo

Artigo anterior

Objetivo no GP de Portugal é melhorar minha performance, não a da moto, diz Quartararo

Próximo artigo

Mir: "Tenho muita vontade de enfrentar Marc Márquez na pista em 2021"

Mir: "Tenho muita vontade de enfrentar Marc Márquez na pista em 2021"

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP de Portugal
Pilotos Andrea Dovizioso
Equipes Ducati Team
Autor Lewis Duncan