MotoGP: Márquez analisa importância da pausa de verão para sua reabilitação

Espanhol quer usar cinco semanas sem corridas para intensificar treinamento físico do braço operado usando motos

MotoGP: Márquez analisa importância da pausa de verão para sua reabilitação

Se tem um piloto que precisa da pausa de verão da MotoGP, essa pessoa é Marc Márquez. O hexacampeão voltou ao grid em abrir após nove meses de recuperação devido à fratura no úmero direito, em um período marcado por diversas complicações e três cirurgias. E mesmo após sete corridas disputadas, ele ainda não recuperou toda sua condição física.

Forçado a realizar um tratamento com antibióticos para tratar uma infecção no braço, Márquez seguiu ainda com uma lesão no ombro direito, que quase o levou a pausar o retorno ao esporte após um GP da Espanha difícil, que o impossibilitou de participar do teste feito na sequência.

Leia também:

O sucesso no GP da Alemanha, onde o braço lesionado foi menos necessário, mostrou que seu talento segue intacto, mas isso não apagam as limitações que ainda lhe restam, mesmo que siga acreditando que a melhor reabilitação possível é seguir pilotando a RC213V da Honda.

"A pausa de verão será muito importante para mim", disse Márquez após o GP da Holanda em Assen, onde foi um dos destaques, terminando em sétimo após sair de 20º. "Eu realmente posso sentir o braço, e principalmente o ombro, quando coloco muito estresse sobre eles".

"É um pouco estranho, porque no teste de Montmeló fiz muitas voltas. Mas se as cargas forem muito duradouras, como 30 voltas consecutivas no Sachsenring, meu desempenho piora bastante no dia seguinte".

"Sinto a mudança nas condições climáticas, especialmente a umidade. Mas isso é normal. Falei com o médico e ele me confirmou que isso é normal. Mas essa vitória [na Alemanha] foi o mais importante".

Além da necessidade de descansar o corpo para as dez provas que ainda restam na temporada 2021, Márquez conta com a pausa para clarear sua mente após um ano em que o braço esteve constantemente em sua cabeça, chegando até a duvidar da capacidade de voltar ao normal ao longo do ano passado.

O espanhol também quer aproveitar o tempo livre para realmente trabalhar na reabilitação do braço, algo difícil de fazer com tantas corridas em um curto espaço de tempo.

"Nas férias de verão, tenho tempo para tudo. Em primeiro lugar, preciso descansar, porque sinto o cansaço físico e mental. Mais mentalmente do que fisicamente. Preciso de uma pausa".

"Tudo começou com uma operação no ombro e, quando melhorei, precisei fazer a operação no braço. Faz dois anos que não tenho férias, então preciso disso agora. Vou sair com meus amigos para fazer o que quiser".

"Mas também vamos trabalhar. Para o braço, pretendo andar mais com motos, porque, no momento, estou apenas fazendo corridas e meu objetivo é andar mais antes da Áustria, usando mais as motos para meu treinamento físico".

SAIBA como COBERTURA olímpica vai IMPACTAR Fórmula 1 na BAND

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

.

compartilhar
comentários
MotoGP: Quartararo diz que está pilotando a Yamaha “como um animal”

Artigo anterior

MotoGP: Quartararo diz que está pilotando a Yamaha “como um animal”

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo diz que substituir Rossi na Yamaha foi uma "responsabilidade gigante"

MotoGP: Quartararo diz que substituir Rossi na Yamaha foi uma "responsabilidade gigante"
Carregar comentários