MotoGP
15 out
Evento encerrado
18 out
Evento encerrado
25 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
08 nov
Evento encerrado
22 nov
Evento encerrado

Rins: Vice-campeonato da MotoGP seria um 'sonho realizado'

compartilhar
comentários
Rins: Vice-campeonato da MotoGP seria um 'sonho realizado'
Por:

Espanhol está a quatro pontos do segundo-colocado Franco Morbidelli, da Yamaha

Alex Rins, da Suzuki, disse que seria um “sonho realizado” terminar a temporada de MotoGP de 2020 em segundo lugar, atrás do companheiro de equipe e campeão mundial Joan Mir.

Na luta pela segunda posição, Rins está a quatro pontos do vencedor do GP de Valência, Franco Morbidelli, com mais quatro pilotos ainda matematicamente com chances de chegar à vice-liderança do campeonato.

Leia também:

O piloto da Suzuki disse que o segundo lugar seria "muito bom" para ele e para a equipe, mas está preocupado com a ameaça que a Yamaha representa, com Morbidelli, Maverick Vinales e Fabio Quartararo a 17 pontos de Rins.

“Com certeza seria muito bom terminar na segunda posição, é um sonho que se tornaria realidade”, disse Rins. Tem mais dois ou três pilotos na disputa, todos da Yamaha. Penso que estes pilotos são fortes porque a Yamaha está correndo muito bem.”

“Eles se qualificam bem. Morbidelli fez um trabalho muito bom na última corrida. Vamos dar o nosso 100%, com certeza. ”

Rins admite que houve conversas entre a Suzuki e Mir sobre um eventual cenário de ordens da equipe na corrida de domingo, com o campeão mundial satisfeito em ajudar seu companheiro a garantir o segundo lugar na classificação, se puder.

“[Quarta-feira] na hora do jantar tivemos uma conversa com Joan, com Davide [Brivio] e Joan disse que se ele pudesse fazer algo para me ajudar, ele faria”, disse Rins quando questionado sobre se as ordens da equipe foram discutidas.

“Eu realmente agradeço isso, porque no final ele é um rival: ele quer me vencer, eu quero vencê-lo. Se não for possível ele me ajudar, também agradeço a ele por todo o seu trabalho neste ano. Ele era super-rápido, eu estava tentando ser rápido também.”

“O primeiro cara que você quer derrotar é o seu companheiro de equipe, então com certeza nos momentos ruins que tive, eu estava olhando para ele e dizendo 'uau, Joan está fazendo um bom trabalho, então eu preciso fazer isso também'.”

A primeira metade da temporada de Rins foi dificultado em consequência de uma lesão no ombro que o tirou do GP da Espanha, mas desde então ele conquistou três pódios e uma vitória, em Aragón.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

O que está em jogo nos bastidores do 'duelo' Hulk vs Pérez pela vaga na Red Bull em 2021

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

 

Crutchlow: talento de Lorenzo não o torna um grande piloto de testes de MotoGP

Artigo anterior

Crutchlow: talento de Lorenzo não o torna um grande piloto de testes de MotoGP

Próximo artigo

MotoGP: Oliveira faz pole em casa para para o GP de Portugal; Mir é 20º

MotoGP: Oliveira faz pole em casa para para o GP de Portugal; Mir é 20º
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Alex Rins
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor Lewis Duncan