Alonso e Button duvidam que McLaren baterá Mercedes em breve

Fernando Alonso e Jenson Button não demonstraram tanta empolgação quanto Ron Dennis, que disse recentemente que a McLaren será a equipe que vai quebrar o domínio da Mercedes na Fórmula 1

Alonso e Button duvidam que McLaren baterá Mercedes em breve
Jenson Button, McLaren Honda
Jenson Button, McLaren MP4-31 on track ahead of Fernando Alonso, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren MP4-31 adjusts his crash helmet
Jenson Button, McLaren Honda
Jenson Button, McLaren Honda
Fernando Alonso, McLaren with the media
Fernando Alonso, McLaren with the media
Carregar reprodutor de áudio

Recentemente, o CEO da McLaren, Ron Dennis, disse que a equipe seria a primeira a acabar com o domínio da Mercedes e conquistar um título. Entretanto, a dupla de pilotos do time, Fernando Alonso e Jenson Button, parece não compartilhar da mesma empolgação do dirigente.

Para Alonso, que não descarta completamente a possibilidade, é difícil prever algo devido às mudanças no regulamento da Fórmula 1 em 2017. "É difícil saber como ficará a relação de forças na próxima temporada, pois as regras vão mudar bastante", disse.

"Vejo este projeto caminhando na direção correta. Ano passado, tivemos muitas dificuldades e uma performance abaixo do esperado, o que nos restava era a esperança de que as coisas melhorariam. Agora, temos mais do que esperança, começamos a ver resultados - o que fez a gente se sentir mais competitivo", afirmou.

"Tudo parece estar se encaixando, então vamos dizer que agora estamos mais confiantes do que há um ano em relação a este projeto e como vamos acabar com o domínio da Mercedes. Mas se vamos ser os primeiros a fazer isso eu não sei dizer ainda. Não é impossível, pois a Red Bull é uma equipe que está no topo sem parceria com uma fabricante de motores, o que é complicado na F1 de hoje", ponderou.

Button, por sua vez, foi mais cauteloso, dizendo que espera ver o grid ainda mais acirrado em 2017. "Não sei de fatos ou detalhes sobre onde estaremos em relação aos adversários no próximo ano, então realmente não posso falar sobre isso", disse o britânico.

"O que eu sei é que esperamos ser mais competitivos na próxima temporada e que as equipes estejam mais próximas da Mercedes, para que assim tenhamos corridas melhores e mais fãs passem a acompanhar o esporte", ressaltou.

"Olhando para Barcelona, onde tivemos duas equipes brigando pela vitória e não somente carros da mesma cor, o que se viu foi que isso atraiu mais gente. Muitas emoções, muito debate - temos de nos certificar de que isso aconteça na próxima temporada", completou.

compartilhar
comentários
Ricciardo surpreende e termina quinta na frente; Massa é 16º
Artigo anterior

Ricciardo surpreende e termina quinta na frente; Massa é 16º

Próximo artigo

Líder da quinta-feira, Ricciardo traça vitória como objetivo

Líder da quinta-feira, Ricciardo traça vitória como objetivo
Carregar comentários