Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Análise técnica: Conheça cartada da Red Bull que a fez ressurgir no GP da França de F1

Modificações na traseira do RB18 foi a aposta que a equipe austríaca adotou em Paul Ricard

Análise técnica: Conheça cartada da Red Bull que a fez ressurgir no GP da França de F1
Carregar reprodutor de áudio

A modificação do capô do RB18 para trazer um fluxo de ar mais limpo para a traseira teve como objetivo a adoção de uma nova asa que apareceu no GP da França de Fórmula 1. A equipe Milton Keynes utilizou o elemento inferior de alta incidência para ser uma extensão do extrator traseiro, enquanto o dispositivo fornecido pelo primeiro perfil permite que mais ar seja extraído do difusor, gerando mais efeito solo sem perder eficiência.

Leia também:

Adrian Newey não cedeu à suposta superioridade técnica da Ferrari. Mesmo em Paul Ricard, a equipe de Milton Keynes trouxe algumas novidades para atualizar o RB18, mas se concentrou na melhora dos detalhes do trem inferior que Max Verstappen rejeitou, após os problemas que surgiram na Áustria, como o desgaste exagerado dos pneus.

A traseira do RB18 apresentava outra versão da asa de viga, a asa inferior que está de volta em grande estilo com os regulamentos de 2022. Todos, ou quase todos, escolheram dois perfis de "louver" sobrepostos, não Newey que, em vez disso, escolheu dois elementos horizontais que se tornaram únicos em alguns eventos para reduzir o arrasto.

Red Bull RB18: l'iniziale beam wing biplano a confronto con quella della concorrenza a

Red Bull RB18: l'iniziale beam wing biplano a confronto con quella della concorrenza a "tapparella"

Photo by: Giorgio Piola

Red Bull RB18: la beam wing singola che si era vista in Austria

Red Bull RB18: la beam wing singola che si era vista in Austria

Photo by: Giorgio Piola

Na França, a Red Bull estreou uma nova evolução que leva o conceito ao extremo: para começar, podemos dizer que a equipe interpretou as regras (os dois perfis estão dentro do volume autorizado pelas regras da FIA) da maneira mais ampla possível, porque o RB18 na traseira realmente tem um ‘plano triplo’.

A nova asa beam da Red Bull, que fez sua estreia na França

A nova asa beam da Red Bull, que fez sua estreia na França

Photo by: Giorgio Piola

O elemento superior do spoiler é caracterizado por ser longo, mas com baixa incidência: esse perfil é alimentado pelo fluxo mais contundente vindo de um capô que se alargou bem abaixo da linha do carro para um propósito claro, que é ajudar a extração de ar traseiro.

E na imagem podemos ver como o perfil inferior da asa nada mais é do que uma continuação do difusor traseiro: é uma solução que provavelmente precisa de uma configuração específica, mas pode permitir que a Red Bull gere mais downforce.

Red Bull RB18: capô do motor mais estreito na parte inferior e a saída de ar quente mais alta

Red Bull RB18: capô do motor mais estreito na parte inferior e a saída de ar quente mais alta

Photo by: Giorgio Piola

A introdução da carenagem com laterais estreitas na tampa do motor, que fez com que as saídas de ar quente se deslocassem mais alto, pretendia assim introduzir o novo spoiler de e não nos surpreenderia se, como consequência, uma próxima evolução da parte inferior também chegará.

Newey não esperava uma Ferrari capaz de se manter tão competitiva ao longo do campeonato e está disparando todas as suas balas para recuperar uma liderança técnica que aprecia, especialmente após uma importante mudança regulatória em 2022 como a introdução do efeito solo, que o inglês conhece perfeitamente.

VÍDEO: Leclerc? Pérez? Quem foi o pior do GP da França?

 

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #187 – Marko está certo ao colocar Verstappen como “a maior história de sucesso da Red Bull”?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Leclerc tem força para enfrentar Verstappen? Veja debate sobre campeonato
Artigo anterior

RETA FINAL: Leclerc tem força para enfrentar Verstappen? Veja debate sobre campeonato

Próximo artigo

F1 2022: Uma evolução ao invés de uma revolução; confira análise

F1 2022: Uma evolução ao invés de uma revolução; confira análise