Análise técnica: o que os testes em Abu Dhabi nos dizem sobre os carros de 2021 da F1?

Giorgio Piola e Matt Somerfield explicam quais foram as novidades vistas no último GP de 2020

Análise técnica: o que os testes em Abu Dhabi nos dizem sobre os carros de 2021 da F1?

A Fórmula 1 encerrou sua temporada 2020 no último final de semana em Abu Dhabi e as equipes aproveitaram o momento para acelerar ainda mais um movimento que já era presente ao longo do ano: testes com peças que serão adotadas em 2021. E uma dessas equipes chamou a atenção do grid: a Ferrari.

A equipe italiana surgiu no primeiro treino livre em Abu Dhabi com um novo tipo de grade na traseira do carro, que ofereceu pistas sobre a complexidade envolvida para compreender como os ajustes do próximo ano irão impactar o novo modelo.

Leia também:

A estrutura foi fortemente contornada para limitar seu deslocamento de fluxo de ar, minimizando o efeito que tem nas leituras capturadas pelas sondas de tipo kiel montadas nele.

Curiosamente, esta grade extremamente grande também tem as sondas kiel montadas de uma forma mais orientada para o fluxo, rompendo com a formação de grade mais rígida que estamos acostumados a ver.

Isso nos dá indicações de quais estruturas do fluxo que os aerodinamicistas da Ferrari também estão buscando avaliar, enquanto tentam capturar dados sobre o fluxo em forma de cogumelo que é criada pelo difusor.

A grade estava ali para medir os novos desenvolvimentos que a Ferrari havia instalado no carro.

Ferrari SF1000 floor comparison, Abu Dhabi GP

Ferrari SF1000 floor comparison, Abu Dhabi GP

Photo by: Giorgio Piola

A equipe tinha um novo assoalho para avaliar, que apresentava três aletas torcidas no meio do corte diagonal, enquanto os projetistas buscavam tratar parte do fluxo de ar antes que ele chegasse aos pneus traseiros.

Enquanto isso, o canto com orelhas tipo de cachorro que surgiu na especificação original do assoalho de 2021 já foi substituído por uma série de aletas mais verticais, já que os aerodinamicistas da equipe já estão procurando investigar os efeitos das soluções que fazem um microgerenciamento do fluxo.

Experimentos da Renault

Esteban Ocon, Renault F1 Team R.S.20 floor detail
Renault F1 Team R.S.20 floor 2021

Após testar peças de 2021 no Bahrein, a Renault também trouxe um novo assoalho para Abu Dhabi. A equipe tirou uma página do livro da Ferrari, apresentando também uma área com cantos em formato de orelha de cachorro próxmo do pneu traseiro.

Após ter uma parcela significativa do espaço imobilizado com o novo regulamento, esta área deverá ter um intenso desenvolvimento em 2021, pois cada equipe deve otimizar de modo particular o caminho do fluxo de ar que vai para o pneu traseiro, na tentativa de reduzir o efeito aerodinâmico negativo que pode surgir no difusor.

Haas

Haas F1 Team VF-20 floor comparison

Haas F1 Team VF-20 floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

A Haas também embarcou na onda de testes para 2021 em Abu Dhabi, ao equipar o VF20 com peças associadas à próxima temporada pela primeira vez. A equipe perdeu pouco tempo em uma solução simples, com apenas um recorte diagonal no assoalho, como alguns de seus rivais.

Em um esforço para melhorar seu desempenho, a Haas concentrou uma grande quantidade de recursos na área à frente do pneu traseiro para 2020, com uma mistura de orifícios, ranhuras, flapsstrakes para manipular o fluxo de ar recebido pela parte traseira do pneu.

Essa foi uma tentativa de reduzir a turbulência criada pelo pneu e o impacto que ele pode ter no difusor, o que, por sua vez, priva o carro de downforce, especialmente em condições transitórias conforme a deformação do pneu.

O assoalho com especificação de 2021 aplica algumas destas lições, embora permaneça dentro dos limites dos novos regulamentos.

Na borda do assoalho, o tratamento é similar aos das outras equipes, mas, curiosamente, tem uma aba horizontal de formato triangular relativamente grande montada acima do assoalho e conectada à barra vertical.

Red Bull

Red Bull Racing RB16 floor detail

Red Bull Racing RB16 floor detail

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

A Red Bull iniciou seus testes com o regulamento de 2021 em Portugal, mas chegou em Abu Dhabi buscando mais respostas. Assim como as rivais, o piso usado no TL1 tinha uma solução mais progressiva e apresentava uma faixa torcida à frente do pneu traseiro, embora mais deslocada da borda do que os demais.

Enquanto isso, a solução de pilar único apresentada para a asa traseira no Bahrein reapareceu. Mas, desta vez, ela ficou no carro durante todo o final de semana.

Red Bull Racing RB16 rear, single pillar

Red Bull Racing RB16 rear, single pillar

Photo by: Giorgio Piola

A Mercedes e o DED

A Mercedes se absteve de testar componentes aerodinâmicos na pista antes de 2021, mas isso não quer dizer que não tenha usado seu tempo de treinos livres em preparação para a próxima temporada.

Em várias ocasiões, a equipe colocou na pista carros sem o sistema de direção de eixo duplo (DED), enquanto os pilotos se preparam para a vida sem a capacidade de ajustar o ângulo das rodas dianteiras.

O sistema foi útil em alguns momentos da temporada, especialmente nas provas mais frias, para ajudar no aquecimento dos pneus dianteiros e, sem dúvidas, deu a eles uma vantagem em momentos de safety car, físico ou virtual.

Durante o TL1 em Abu Dhabi, a Mercedes montou o W11 de Bottas sem o DED, enquanto Hamilton, que voltava após uma semana fora, andou com o modelo que estava mais acostumado.

Mercedes AMG F1 W11 power steering DAS and no DAS

Mercedes AMG F1 W11 power steering DAS and no DAS

Photo by: Giorgio Piola

Pérez já estaria com contrato feito para correr pela Red Bull em 2021; entenda o caso

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

.

compartilhar
comentários
Frank Williams dá entrada em hospital mas tem condição estável; família não divulga causa de internação

Artigo anterior

Frank Williams dá entrada em hospital mas tem condição estável; família não divulga causa de internação

Próximo artigo

F1: Ferrari confirma Ilott como piloto de testes para 2021

F1: Ferrari confirma Ilott como piloto de testes para 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari
Autor Giorgio Piola