Andretti: negociação interrompida com Sauber foi "decepcionante", mas não desisti de ter equipe na F1

Ex-piloto falou sobre problemas na negociação com Sauber e como chegou "a 48 horas" de completar aquisição

Andretti: negociação interrompida com Sauber foi "decepcionante", mas não desisti de ter equipe na F1
Carregar reprodutor de áudio

Nos últimos meses, a Andretti Autosport e a Islero Investments, proprietários da Sauber, estiveram engajados em negociações ativas para a compra da equipe de Fórmula 1 pela marca americana. E se por algum tempo tudo parecia ir bem, com a previsão da assinatura no GP dos Estados Unidos, tudo caiu por terra, com Michael Andretti afirmando que ficou bem próximo de completar a aquisição.

O desfecho final da história veio em outubro. Andretti havia dito anteriormente que as negociações chegaram ao fim por questões relacionadas ao controle da equipe, mas que ficou a cerca de 48 horas de atingir seu desejo: ter uma equipe na F1.

Leia também:

"A Fórmula 1 é a maior categoria do automobilismo mundial, e acredito que seria ótimo para a nossa marca. A nível internacional, já temos a Fórmula E e a Extreme E, mas a Fórmula 1 é o máximo. Sempre me interessou", disse Andretti em entrevista à Racer.

"Foi muito decepcionante que o acordo não tenha sido concluído. Penso que estávamos literalmente a 48 horas de assinarmos o contrato".

Apesar de agora essa porta parecer ter se fechado, Andretti não considera que tudo esteja perdido, mesmo com a situação não ser das mais favoráveis.

"Ainda quero isso, mas há cada vez menos oportunidades. As equipes não estão realmente à venda no momento. Temos que ver o que acontece no futuro. Ainda temos interesse. A F1 me encanta, é a experiência definitiva do esporte e seria ótimo para a nossa marca, chegar ao nível mais alto".

As negociações entre Andretti e a Sauber começaram em maio, mas ganharam força apenas no meio do ano. Segundo o ex-presidente da Sauber, Pascal Picci, o fiasco da prova de Spa em agosto motivou a venda da equipe.

"Em agosto e setembro tivemos muito trabalho, o tempo todo. Acreditávamos que haveria um acordo e estávamos tentando fechá-lo, mas infelizmente surgiram coisas no caminho que nos impediram", lembra Andretti.

"Sempre há um plano B ou C e definitivamente estamos trabalhando com eles. Veremos o que acontece, mas não vou me render. Poderiam haver oportunidades que não estão aí agora, mas seguiremos estudando".

RETA FINAL: Verstappen vai trocar motor na Arábia? Tributo a Sir Frank Williams

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #148: O jogo virou a favor da Mercedes? Quem é o favorito ao título?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Brundle diz que Hamilton "subiu de patamar" na batalha pelo título
Artigo anterior

F1: Brundle diz que Hamilton "subiu de patamar" na batalha pelo título

Próximo artigo

F1: Bottas terá papel maior que Pérez na luta pelo título, diz Brundle

F1: Bottas terá papel maior que Pérez na luta pelo título, diz Brundle
Carregar comentários