Brawn: estreia de Mick Schumacher nos lembra da tragédia de Michael

Chefe esportivo da Fórmula 1, se mostrou entusiasmado com a chegada de Mick Schumacher à categoria

Brawn: estreia de Mick Schumacher nos lembra da tragédia de Michael

A estreia de Mick Schumacher na Fórmula 1 inevitavelmente traz à mente o sucesso de seu pai Michael, especialmente para aqueles que tiveram o privilégio de trabalhar com ele. Entre essas pessoas está o chefe esportivo da categoria, Ross Brawn, que acompanhou o kaiser como diretor técnico da Benetton e também da Ferrari.

O atual chefe esportivo da Fórmula 1 acompanhou de perto o desenvolvimento de Mick ao longo dos anos e está muito satisfeito com o fato de o jovem de 21 anos ingressar na equipe Haas em 2021, após ser campeão da Fórmula 3 e da Fórmula 2.

No entanto, Brawn lamenta que Michael Schumacher não possa apoiar totalmente a carreira de seu filho. O heptacampeão mundial sofreu um acidente enquanto esquiava em 2013.

Leia também:

"Claro que vai ser emocionante, especialmente com Mick, por quem tenho muito entusiasmo e paixão", disse Brawn ao podcast da F1 Nation ao se referir à próxima temporada da Fórmula 1, ao mesmo tempo em que disse que o sobrenome obviamente evoca um momento triste de uma lenda da mais categoria máxima do automobilismo mundial: "isso nos lembra da tragédia do acidente de Michael."

"Seria muito bom se Michael pudesse fazer parte disso. Nenhum de nós sabe o quanto Michael é capaz de entender, mas ele poderia ter feito parte disso, então esperemos e rezemos para que um dia ele o faça. Isso seria muito, muito especial", completou.

O estado de saúde de Schumacher é um tema mantido em segredo no meio dos mais próximos da família, e apenas alguns depoimentos de amigos como Felipe Massa ou Jean Todt, presidente da FIA, dão um pouco de informação a respeito do alemão.

Para Brawn, o retorno do sobrenome Schumacher à F1 carrega uma grande responsabilidade, mas o dirigente acredita que seu filho sabe desse desafio.

"Mick está fazendo um trabalho incrível nessas circunstâncias e com o nome famoso que tem. Esse nome abriu algumas portas para ele, mas também coloca muito peso sobre ele."

"Eu realmente espero que Mick tenha êxito", acrescentou Brawn sobre o piloto que participou do teste de jovens pilotos de Fórmula 1 na terça-feira no circuito de Yas Marina.

O encontro com Mick

Perguntado sobre quando conheceu o jovem Mick Schumacher, Brawn lembrou que isso aconteceu há alguns anos no centro de kart da família em Kerpen, Alemanha.

“Ele pilotava um kart e tudo que dava para ver era o capacete, que era maior do que ele. Acho que ele tinha apenas três ou quatro anos. "

“Ele parecia um daqueles personagens de desenho animado, com o capacete saindo do kart. Isso foi literalmente tudo o que dava para ver”, concluiu Brawn.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Mercado da F1: Pérez já estaria com contrato feito para correr pela Red Bull em 2021; entenda o caso

 
 

compartilhar
comentários
F1: Ferrari confirma Ilott como piloto de testes para 2021

Artigo anterior

F1: Ferrari confirma Ilott como piloto de testes para 2021

Próximo artigo

Presidente da Renault F1 deixa cargo no final do ano

Presidente da Renault F1 deixa cargo no final do ano
Carregar comentários