Fórmula 1 GP da Espanha

F1- Alonso: "Aston Martin precisa falar menos e fazer mais"

Bicampeão ficou insatisfeito após outra corrida decepcionante para a Aston Martin em no GP da Espanha

Fernando Alonso, Aston Martin AMR24

Fernando Alonso, Aston Martin AMR24

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Fernando Alonso fez uma avaliação sincera do desempenho de sua equipe Aston Martin no GP da Espanha e pediu que a equipe falasse menos e fizesse mais. Alonso terminou em um decepcionante 12º lugar em sua corrida em casa, após ter se classificado em 11º, e foi duro em seu veredito pós-corrida, dizendo que a equipe "não merecia marcar nenhum ponto".

Leia também:

 

O resultado vem depois de uma sequência ruim para o bicampeão mundial de Fórmula 1, em que ele só terminou dentro dos pontos em uma das últimas quatro corridas.

Quando perguntado sobre o resultado em Barcelona, ele disse: "Estou um pouco decepcionado porque não marcamos nenhum ponto. Merecíamos não ter marcado nenhum ponto porque não tivemos o ritmo necessário durante todo o fim de semana."

"Na corrida, foi extremamente difícil. Quando você desliza tanto nas curvas, também acaba com os pneus. Então você tem dois problemas. Você não tem o ritmo, além de ter muita degradação. Então, no geral, foi uma corrida muito longa para nós. Precisamos melhorar para nós."

Alonso apontou o dedo para a falta de downforce no AMR24 e avisou que haverá mais problemas na Áustria e em Silverstone, acrescentando que a equipe precisa parar de fazer declarações de melhorias e começar a mostrá-las na pista.

Fernando Alonso, Aston Martin F1 Team, waves to fans

Fernando Alonso, da Aston Martin F1 Team, acena para os fãs

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Ele disse: "É frustrante, mas não há nada que você possa fazer agora, então você começa a pensar na Áustria imediatamente quando vê a bandeira quadriculada e no que pode fazer de diferente.

"Mas acho que vai ser doloroso também porque tem algumas características de Barcelona, com as curvas longas. Vai ser outro fim de semana difícil, também em Silverstone, sem dúvida."

"Não podemos ficar muito frustrados. É hora de trabalhar mais, falar menos e entregar mais. É isso que queremos fazer", disse Alonso. Uma falha fundamental é o fato de a Aston Martin não conseguir obter ganhos incrementais a cada atualização de configuração, e Alonso diz que isso precisa mudar.

"Estou ansioso, mas estamos atualizando muito o carro e não obtivemos os resultados. Portanto, agora também é uma questão de que, independentemente do que levemos para a pista, o carro produza o que esperamos e comecemos a melhorar cada vez mais."

"Então, como eu disse, precisamos trabalhar duro, melhorar a cada corrida, mas sem muita conversa ou promessas."

Quando perguntado por que a equipe errou e as atualizações não estão funcionando, ele acrescentou: "Sou um piloto, não um técnico".

PÓDIO AO VIVO: Verstappen 'segura ímpeto' de Norris e vence na Espanha; Hamilton faz primeiro pódio do ano

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

VERDADE OU MITO: Brasil-1991 é a MAIOR VITÓRIA de SENNA? Glórias de AYRTON em DEBATE | Podcast F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Russell reclama de pit stop e estratégia, apesar de evolução
Próximo artigo F1- Horner: "Precisamos que Pérez comece a lutar, e ele sabe disso"

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil