F1: Alpine diz que Piastri "sorriu e agradeceu" quando soube da vaga para 2023 antes de post nas redes sociais

Otmar Szafnauer afirmou ainda que só ficou sabendo da declaração de Piastri quando o australiano a publicou nas redes sociais

Oscar Piastri, Reserve Driver, Alpine F1 Team

A novela sobre o futuro de Oscar Piastri na Fórmula 1 ganhou novos contornos durante a passagem da categoria pela Bélgica. O chefe da Alpine, Otmar Szafnauer, inclusive chegou a afirmar que o australiano "sorriu e agradeceu" quando recebeu a notícia de que correria pela equipe francesa antes de sua publicação nas redes sociais afirmando que não seria piloto da Alpine em 2023.

O caos no mercado de pilotos começou após o anúncio da aposentadoria de Sebastian Vettel, que levou à contratação de Fernando Alonso pela Aston Martin. Rapidamente a Alpine anunciou Piastri ao lado de Esteban Ocon para 2023, apenas para o australiano vir à público negar que correria pelo time francês.

Leia também:

Com um acordo com a McLaren, a declaração de Piastri iniciou uma verdadeira guerra nos bastidores pelo seu futuro, com uma reunião da Junta de Reconhecimento de Contratos nesta segunda-feira (29) decidindo quem está com a razão nesta história.

Falando em Spa sobre o caso, Szafnauer afirmou que notificou o atual campeão da F2 sobre sua promoção durante uma sessão no simulador na segunda-feira após o GP da Hungria.

"Eu falei a Oscar antes do anúncio. Ele estava no simulador, então fui atrás dele, e ele sorriu e agradeceu. Montamos o release rapidamente".

Szafnauer ainda teve que explicar porque o release de anúncio foi liberado sem declarações de Piastri, afirmando que o documento foi "escrito rapidamente e não queríamos um vai e vem com sua equipe".

E questionado sobre como ficou sabendo que Piastri havia dito que não correria pela Alpine em 2023, ele disse: "Ouvimos pelas redes sociais".

Otmar Szafnauer, Team Principal, Alpine F1

Otmar Szafnauer, Team Principal, Alpine F1

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Sobre a decisão da JRC, Szafnauer se disse confiante de que o contrato da Alpine terá ganho de causa, afirmando que o acordo foi assinado em novembro do ano passado.

"O contrato é válido até 2024, com uma opção no fim de 2023. Vou dizer apenas isso, mas há muito mais. Como disse, não gosto muito de falar sobre especificidades".

Szafnauer disse que é "desapontador" o fato de Piastri não estar cumprindo sua promessa de correr pela equipe se tiver a chance, mas afirmou que o relacionamento "não foi impactado".

Piastri não esteve com a Alpine em Spa como planejado, cumprindo horas de simulador na fábrica da equipe em Enstone.

VÍDEO: Análise da 'treta' entre Alonso e Hamilton em Spa

Podcast #192 – Sequência de corridas decidirá campeonato da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ricciardo alega que perder assento para Piastri é "apenas negócios"
Próximo artigo GP da Holanda de F1: Horários e como assistir à etapa de Zandvoort, com F2 e F3

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil