F1: Alpine não deixará rivalidade entre Alonso e Ocon sair do controle, garante Prost

Retorno do bicampeão à categoria trouxe à tona emocionante perspectiva batalha entre pilotos da equipe

F1: Alpine não deixará rivalidade entre Alonso e Ocon sair do controle, garante Prost

A Alpine afirmou que não permitirá que a rivalidade entre Fernando Alonso e Esteban Ocon evolua para uma força desestabilizadora dentro da equipe neste ano.

O retorno de Alonso à Fórmula 1 trouxe à tona a emocionante perspectiva de uma dura batalha entre o espanhol e seu jovem companheiro de equipe francês Ocon, que está na última temporada de um contrato de dois anos com o time.

Leia também:

Com o bicampeão mundial tendo uma história de ser implacável ao lidar com seus companheiros de equipe no passado, a Alpine está bem ciente de que precisa 'ficar de olho' em como o relacionamento se desenvolve. O consultor da escuderia, Alain Prost, disse que o time está bem atento aos riscos que podem advir da desestabilização de Ocon - então, trabalhará duro para garantir que haja um bom clima entre seus dois pilotos.

"Se um piloto está desestabilizado, isso não é normal", disse Prost em uma entrevista ao jornal Le Figaro.

“O normal é que ter um jogo psicológico. Sempre há um piloto que leva a melhor."

“Se uma hora for um piloto e depois o outro, fica equilibrado e as coisas vão bem. Agora, quando está mais recorrente, como Esteban experimentou no ano passado com Daniel [Ricciardo], é mais complicado. Então é muito importante que os pilotos trabalhem bem juntos e não tenham jogos mentais perigosos entre eles."

"Vai ser uma longa temporada e ainda mais complicada de lidar por conta da Covid-19. Não é muito divertido, presos em bolhas, confinamento e muitas restrições."

"A dinâmica e a atmosfera de uma equipe são extremamente importantes para o desempenho, então você tem que estar muito esperto para garantir que não haja atritos, especialmente entre os pilotos."

Alonso já mostrou determinação para dar tudo em seu retorno na F1, embora a Alpine não pareça estar em posição de lutar por vitórias este ano.

Prost disse que embora o asturiano fosse exigente, cabe ao time responder da maneira certa se quiser seguir em frente.

"Um piloto com essa personalidade traz algo automaticamente", disse.

“O Fernando é muito exigente e perfeccionista. Exige muito. Cabe a nós assumir."

“Mas ele também sabe que provavelmente não é este ano que vai conseguir vencer corridas regularmente. O que é certo é ele vai lutar de corpo e alma para trazer pontos mesmo que pelo décimo lugar.“

"Mas não podemos esquecer que é sempre a dupla de pilotos que faz uma equipe progredir. Esperamos muito de Esteban. Ele agora conhece a equipe."

"Mudamos as coisas por ele. Tudo foi feito para deixá-lo o mais confortável possível", concluiu.

GENIALIDADE, CAUSOS e 'TRETAS' de GALVÃO BUENO: Ex-diretor faz revelações do narrador de F1 da Globo

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST – Quais são os pilotos mais carismáticos da F1, mas sem grandes resultados?

 

compartilhar
comentários
F1: Hamilton critica GPs de dois dias, mas vê ponto positivo; entenda

Artigo anterior

F1: Hamilton critica GPs de dois dias, mas vê ponto positivo; entenda

Próximo artigo

Russell: “o maior erro da minha carreira na F1” foi em Ímola; veja

Russell: “o maior erro da minha carreira na F1” foi em Ímola; veja
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Esteban Ocon
Equipes Alpine
Autor Jonathan Noble