F1: Aston Martin merecia vitória em 2023 "mais do que qualquer um", diz Alonso

Espanhol fez um balanço do seu primeiro ano com o time de Silverstone, afirmando que vê apenas pontos positivos

Fernando Alonso, Aston Martin F1 Team, 3rd position, celebrates on the podium

Fernando Alonso, Aston Martin F1 Team, 3rd position, celebrates on the podium

Andy Hone / Motorsport Images

Para Fernando Alonso, nenhuma equipe merecia mais uma vitória na temporada 2023 da Fórmula 1 do que a Aston Martin, destacando os pontos positivos em seu primeiro ano com o time de Silverstone na categoria.

Alonso trocou a Alpine pela Aston Martin para 2023, sendo recompensado pela mudança ousada com um carro competitivo no começo do ano, que lhe rendeu seis pódios nas oito primeiras corridas. Ele voltou ainda mais duas vezes ao top 3 para terminar em quarto no Mundial de Pilotos.

Leia também:

Em uma temporada na qual a Red Bull venceu todos os GPs, exceto em Singapura, com triunfo de Carlos Sainz e a Ferrari, os oito pódios de Alonso foram superados apenas por Max Verstappen e Sergio Pérez.

Mas apesar de ter apenas três segundos lugares contra os seis de Lando Norris, o espanhol acredita que a equipe merecia a vitória após um grande progresso em comparação a 2022. Sua melhor chance veio em Mônaco, quando um ótimo último setor de Verstappen impediu Alonso de fazer a pole.

Na corrida, uma decisão errada de colocar pneus médios no momento em que a chuva caía impediu ele de brigar pela vitória contra o holandês.

"Acho que era possível. Em Mônaco chegamos muito perto. Talvez uma decisão diferente com os pneus... Talvez Zandvoort, se estivéssemos em uma posição diferente na relargada. Tivemos oportunidades aqui e ali. E eu acho que merecíamos isso mais do que qualquer um neste ano".

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Esteban Ocon, Alpine A523, Carlos Sainz, Ferrari SF-23, the rest of the field at the start

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Fernando Alonso, Aston Martin AMR23, Esteban Ocon, Alpine A523, Carlos Sainz, Ferrari SF-23, the rest of the field at the start

Enquanto a McLaren assumiu o papel de "sensação" da temporada após a pausa de verão, Alonso vê "somente pontos positivos" em 2023 apesar da queda de rendimento na segunda metade do ano. A perda de competitividade fez a Aston caiu para a quinta posição no Mundial de Construtores e, segundo o espanhol, a equipe ainda não pode ser chamada de ponta ainda.

"Vejo apenas pontos positivos, e essas dificuldades são parte do trabalho e da jornada da equipe. Começamos bem fortes com um carro que era surpreendentemente competitivo, talvez mesmo para nós esse passo adiante foi uma surpresa".

"E aí nos encontramos em uma posição na qual não estávamos prontos. Lutar contra Mercedes, Ferrari, equipes de ponta que estão acostumadas a lutar nesse nível. Demos um passo atrás em termo de desenvolvimento durante a temporada".

"Não estamos ainda no topo e nos encontramos um pouco menos competitivos. Mas somando tudo, era impensável 12 meses atrás que teríamos essa campanha. Lembro perfeitamente após o teste de Abu Dhabi, e se alguém tivesse me dito que estaríamos nesta posição, não teria acreditado".

 


ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior RETA FINAL: Os melhores e piores da F1 em 2023 e tudo da NASCAR no Brasil
Próximo artigo F1: A curiosa (e engraçada) história por trás da foto de Wolff e Horner em Abu Dhabi

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil