F1: Brawn elogia defesas "justas" de Alonso contra Hamilton na Hungria

Diretor técnico da categoria exaltou batalha entre rivais pela quarta colocação em Budapeste e concorda com prêmio de piloto do dia ao espanhol

F1: Brawn elogia defesas "justas" de Alonso contra Hamilton na Hungria

O diretor técnico da Fórmula 1, Ross Brawn, acredita que as "duras" jogadas defensivas de Fernando Alonso no GP da Hungria do último domingo (1) foram justas, apesar de ter gerado uma reclamação durante a corrida por parte de Lewis Hamilton de agressividade do espanhol da Alpine.

Após cair para o último lugar com uma troca atrasada de pneus intermediários para secos no reinício da corrida, o heptacampeão estava quase quatro segundos mais rápido que os líderes, dando a ele a chance de lutar pela vitória, mas a investida foi interrompida quando se aproximou do bicampeão pelo quarto lugar.

Leia também:

Alonso conseguiu manter a Mercedes de Hamilton atrás por dez voltas e desempenhou um papel crucial na vitória do companheiro de equipe Esteban Ocon. O espanhol conseguiu posicionar seu carro perfeitamente na saída da Curva 2 por uma série de voltas e impediu que o britânico saísse sem condições de ultrapassá-lo nas curvas 3 e 4.

Lewis reclamou de um "movimento agressivo" de Fernando pelo rádio, mas os comissários não viram necessidade de tomar nenhuma atitude.

Em sua coluna pós-corrida, Brawn elogiou a "batalha real" entre Hamilton e Alonso - que possuem, combinados, nove campeonatos mundiais - e disse não ver nada de errado nos movimentos defensivos.

“Estou feliz por Fernando ter sido o piloto do dia, porque também quero dar meu voto a ele”, disse o diretor. “Foi uma ótima atuação. Um dos pilotos da Alpine ia receber esse prêmio e provavelmente passou de Esteban a Alonso com aquela batalha."

"O que se vê quando ele está envolvido na F1 são batalhas incrivelmente duras, mas você sempre sabe que ele será justo", acrescentou.

Fernando Alonso, Alpine A521, Lewis Hamilton, Mercedes W12

Fernando Alonso, Alpine A521, Lewis Hamilton, Mercedes W12

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

"Eu sei que Lewis estava reclamando um pouco sobre a defesa , mas eu não achei que fosse um problema", reiterou Brawn. "Fernando foi justo e sempre deu espaço suficiente, que é o que você tem que fazer."

“Foi uma batalha brilhante e, com sorte, uma amostra do que está por vir na segunda metade da temporada", concluiu.

Hamilton só conseguiu ultrapassar Alonso quando o piloto da Alpine cometeu um pequeno erro na Curva 1, e logo tomou o terceiro lugar de Carlos Sainz mais à frente. Após a desclassificação de Sebastian Vettel, herdou a segunda colocação.

Refletindo sobre a batalha após a corrida, o heptacampeão disse que havia sido "incrível", mas sentiu que o rival havia passado o limite do que era justo.

"Foi realmente fantástico", comentou Hamilton. “Eu gostaria que os carros pudessem seguir mais perto e estou animado para ver como serão os do próximo ano. É um circuito muito difícil de ultrapassar em geral e correr atrás, principalmente no último setor, mas tivemos ótimas batalhas roda a roda. Foi literalmente assim pelo menos uma vez."

"Eu realmente não tenho muito mais a dizer sobre isso [disputa com Alonso]. Quando você está competindo com um bicampeão mundial, provavelmente é um dos pilotos mais duros, mas justo. Eu diria que hoje foi um pouco no limite", acrescentou o britânico.

F1 2021: Hamilton MAL, mas na PONTA, Verstappen VIVO com carro ESTROPIADO e mais | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como Verstappen se encaixa entre rivais históricos de Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Ocon é o 111º piloto diferente a vencer na F1; veja lista completa
Artigo anterior

Ocon é o 111º piloto diferente a vencer na F1; veja lista completa

Próximo artigo

F1 – VÍDEO: Como Verstappen perdeu tudo o que construiu em duas corridas

F1 – VÍDEO: Como Verstappen perdeu tudo o que construiu em duas corridas
Carregar comentários