Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

F1: Entenda a explicação por trás das escolhas de asas de Hamilton e Russell

Em Ímola, os dois carros da equipe receberam configurações de asa diferentes para tentar ajudar o time a descobrir qual era a melhor solução

F1: Entenda a explicação por trás das escolhas de asas de Hamilton e Russell
Carregar reprodutor de áudio

A Mercedes continua 'sofrendo' com o W13 na temporada de 2022 da Fórmula 1, com o foco ainda em resolver os problemas que a impedem de disputar por melhores posições.

Até que possa solucionar o fenômeno das 'quicadas', não deseja buscar atualizações mais tradicionais, pois as alterações podem não levar o W13 na direção certa.

Leia também:

É por isso que seu foco até agora tem sido em pequenos ajustes destinados a fazer mudanças no fluxo de ar, e alguns experimentos no fim de semana entre Lewis Hamilton e George Russell para tentar encontrar os níveis corretos de downforce/arrasto.

Com a equipe ainda usando sua asa traseira de alto downforce, a variabilidade em suas escolhas para os pilotos está relacionada ao quanto da asa é cortada, além da opção de um Gurney Flap.

Em Ímola, os dois Mercedes receberam configurações de asa diferentes para tentar ajudar a equipe a descobrir qual seria a melhor solução.

Mercedes W13 rear wing Saudi Arabian GP
Mercedes W13 rear

Hamilton usou a asa traseira que apresenta um recorte na borda da aba superior, juntamente com um acabamento Gurney durante o TL1, enquanto Russell começou com a versão de mais downforce.

No final, foi decidido que a solução de mais downforce era o melhor caminho a seguir, então o carro de Hamilton foi trocado desde o início da classificação.

O diretor de engenharia da Mercedes, Andrew Shovlin, disse que as diferenças entre as asas eram muito pequenas.

"[Foi] uma pequena diferença, mas não tanto, uma vez que isso vai mudar a maneira como os carros estão se comportando", disse ele.

"Acabamos de colocar Lewis em um nível um pouco mais baixo do que George. Mas você está falando apenas alguns quilômetros por hora nas retas."

Além de tentar descobrir as configurações ideais da asa, a Mercedes também introduziu algumas atualizações aerodinâmicas em Ímola, com o objetivo de ajudar a melhorar o fluxo de ar e aumentar o resfriamento.

Mercedes W13 sidepod canards and SIS comparison

Mercedes W13 sidepod canards and SIS comparison

Photo by: Giorgio Piola

As mudanças incluíram uma carenagem SIS revisada, com a forma alterada como um meio de explorar mais desempenho com a introdução de um novo canard no chassi à frente da entrada do sidepod.

A introdução deste terceiro canard (seta vermelha) fez com que as outras duas aletas já montadas no chassi fossem movidas para cima também.

As modificações devem ajudar a organizar ainda mais o fluxo de ar à frente da entrada do sidepod, melhorando o resfriamento e ajudando a desviar o restante do fluxo de ar ao redor do sidepod.

As alterações podem não parecer óbvias à primeira vista, mas a espessura da borda do elemento wing-shaped foi reduzida de forma bastante significativa.

Isso permitiu que a haste do espelho retrovisor fosse movida para frente (seta azul), com uma inserção de metal usada para evitar que flexionasse demais.

A haste do espelho também foi modificada para aproveitar a nova posição (seta preta).

Mercedes W13 Floor comparison

Mercedes W13 Floor comparison

A Mercedes fez mais duas mudanças que terão um efeito combinado. Estes estavam na borda traseira do assoalho e no defletor do duto de freio traseiro inferior.

Como você pode ver, a ondulação virada para cima na borda de fuga do assoalho (linha pontilhada amarela) conclui muito mais abruptamente na nova especificação, alterando como a pressão se acumula na superfície e a rota que o fluxo de ar segue.

VÍDEO: Como definir a 'draga' de Hamilton no começo da F1 2022?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast debate GP da Emilia Romagna, com vitória dominante de Verstappen

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
F1: Apesar de mais leve, Red Bull diz que RB18 ainda precisa de "plano de emagrecimento"
Artigo anterior

F1: Apesar de mais leve, Red Bull diz que RB18 ainda precisa de "plano de emagrecimento"

Próximo artigo

F1: FIA coloca obstáculo em expansão de corridas sprint para 2023

F1: FIA coloca obstáculo em expansão de corridas sprint para 2023
Carregar comentários