F1: Ferrari explica erro em pneus de Leclerc no Q3; piloto fica na bronca e cobra explicações de equipe

Laurent Mekies disse que chuva iminente fez escuderia dividir estratégia. Piloto prometeu ir atrás de saber o que houve

Charles Leclerc, Ferrari F1-75, locks up

Mark Sutton / Motorsport Images

A Ferrari diz que a escolha de pneus intermediários para Charles Leclerc para o Q3 no quali para o GP de São Paulo de Fórmula 1 foi parte de uma aposta de estratégia dividida motivada por sua previsão meteorológica de chuva imediata.

A equipe de Maranello teve Leclerc como o único piloto a entrar na pista com pneus intermediários para o Q3, quando todos os outros nove competidores foram para o momento decisivo do treino com slickes.

Leia também:

Embora a chuva estivesse começando, a pista estava seca o suficiente para slicks e isso significava que a opção de Leclerc se mostrou totalmente errada, pois ele acabou sendo o mais lento dos 10.

Leclerc ficou profundamente desapontado com a mudança e prometeu falar com seus chefes na noite de sexta-feira para discutir como poderia melhorar as coisas no futuro.

“Estávamos esperando alguma chuva que nunca veio”, disse o piloto monegasco. “Vou falar com a equipe e tentar entender o que podemos fazer melhor nessas condições. Mas estou extremamente decepcionado. O ritmo estava lá.”

Desde então, a Ferrari explicou que a decisão de ir para os intermediários foi tomada porque sentiu que era a melhor maneira de garantir um lugar na frente do grid, com as condições climáticas sendo extremas, era dividir a estratégia entre os dois carros.

Eles acreditavam que se a chuva tivesse chegado muito rápido quanto a previsão apontava, os pilotos com slicks poderiam ter dificuldades - e isso teria deixado Leclerc nos no local perfeito para conquistar a pole position.

O diretor de corridas da Ferrari, Laurent Mekies, disse que, embora a “regra de ouro” do automobilismo seja sempre slicks quando a pista estiver seca, a equipe achou que valia a pena apostar no Q3 por causa da chuva iminente.

“É um pouco frustrante porque colocamos os dois carros no Q3, e então fomos confrontados com uma escolha difícil”, disse ele.

“De um lado, você tem a pista ainda seca. E existe uma regra de ouro que diz que você deve ir para aquela pista enquanto ela está seca. Por outro lado, estávamos esperando uma chuva forte iminente. Portanto, no final das contas, dividimos nossos carros [como estratégia].”

Mekies disse que a Ferrari aceitou que um de seus pilotos ficaria comprometido com a escolha, mas sentiu que as recompensas potenciais valeram a pena.

“Você sempre sabe, naquele exato momento em que seus carros estão saindo que, dependendo do momento exato da chuva, será um homem feliz e um homem infeliz. Foi exatamente isso que aconteceu.

“A chuva veio provavelmente um minuto ou dois tarde demais para Charles, e provavelmente foi o momento certo para Carlos. É do jeito que é: P5 e P10. É o início de um longo, longo fim de semana.”

Mekies aceitou que a Ferrari precisaria levar em conta algumas lições do que aconteceu em Interlagos, depois de uma temporada em que suas decisões estratégicas estiveram sob os holofotes.

“Tivemos muitas, muitas boas classificações este ano, inclusive em condições muito complicadas como hoje”, disse ele.

“Mas neste tipo de situação difícil, há sempre muito a aprender sobre as decisões certas a tomar e sobre as menos certas.

“Certamente é algo que levamos em consideração, com bons hábitos, para analisar detalhadamente com as equipes com pilotos e unir para cuidar sempre. Usaremos o dia de hoje para dar mais um passo juntos. “

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate 'valor real' do GP no Brasil para a F1; ouça já

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Após novo fiasco em Interlagos, Massa analisa ano problemático da Ferrari
Próximo artigo F1: Engenheiro brasileiro da Haas revela bastidores de pole histórica de Magnussen no Brasil

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil