F1 - Leclerc 'abre jogo' sobre futuro: "Ainda não negociei com a Mercedes"

Na coletiva, monegasco disse repetidas vezes ter confiança no futuro da Ferrari

Charles Leclerc, Scuderia Ferrari

Charles Leclerc, Scuderia Ferrari

Mark Sutton / Motorsport Images

Charles Leclerc foi um dos pilotos que mais recebeu atenção no dia de mídia da Fórmula 1 em Baku. Na coletiva, o monegasco negou os rumores de que estaria negociando com a Mercedes e falou abertamente sobre o início "desastroso" de ano que vive.

Em três corridas, Leclerc conquistou apenas seis pontos, pelo sétimo lugar na Arábia Saudita, onde largou mais atrás devido a uma punição por trocas na unidade de potência. Já no Bahrein e na Austrália o monegasco amargou abandonos.

Leia também:

Mas além do desafio da Ferrari para tornar o SF-23 mais competitivo, a equipe de Maranello ainda enfrenta o problema de ter que substituir nomes importantes da organização como o chefe de conceito veicular David Sanchez e o diretor esportivo Laurent Mekies, número 2 na cadeia de comando.

Isso aumenta ainda mais as dores de cabeça do chefe Frédéric Vasseur na condução da equipe, mas Leclerc acredita que isso não acione um alarme internamente.

Questionado pelo Motorsport.com se está preocupado com as dificuldades da Ferrari dentro e fora da pista, Leclerc disse: "Sejamos honestos, se estamos falando da pista, a performance não está onde queríamos para essa primeira parte da temporada. Minhas três primeiras corridas foram desastrosas".

"Mas essas três semanas foram boas para olharmos as coisas com calma, onde podemos otimizar o pacote. Fora da pista, há uma reestruturação acontecendo e isso é claro. Tínhamos um bom relacionamento com Laurent. Mas entendemos que ele não podia recusar a oportunidade, porque era algo bom para ele".

"Mas a equipe vai além de uma só pessoa. E sim, estou confiante para o futuro com o que Fred tem em mente".

"Ele tem sido aberto sobre seus objetivos e como atingi-los. Isso me dá mais confiança do que nunca. Então desde que as coisas andem, mantenho a confiança para o futuro".

Monegasco nega rumores de Mercedes

Charles Leclerc, Scuderia Ferrari

Charles Leclerc, Scuderia Ferrari

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Nos últimos dias, Leclerc foi alvo de rumores sobre uma negociação com a Mercedes. Mas ele negou tais sugestões, dizendo manter a fé na Ferrari.

Questionado se ele teve conversas com a Mercedes, disse: "Não, ainda não. Não no momento. Agora estou totalmente focado no projeto que estou hoje, a Ferrari. Como disse, confio totalmente e estou confiante com o futuro".

Leclerc afirma que, apesar de todos os problemas atuais da Ferrari, ele acredita na capacidade de recuperação da equipe.

"Considerando que o passo a ser dado é um grande. Estamos bem cientes disso, sou o primeiro a estar ciente. Mas se eu tiver que escolher uma equipe que pode fazer isso, essa equipe é a Ferrari. Sei o que está acontecendo dentro e o que estamos buscando atingir".

NOVA Sprint em Baku: qual o IMPACTO, horários com 2 qualis, como será e o que MUDA. Times afetado$!

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #227 - Quem tem mais a ganhar e a perder após 'miniférias' da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Por que mudança do 'novo' W14 vai muito além dos sidepods
Próximo artigo F1: Alpine tem condições de lutar pela segunda posição no Mundial, diz Szafnauer

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil