F1: Marko justifica ordens sobre Pérez e Verstappen e ironiza melhora da Mercedes: "Ainda não nos desafiam"

Segundo o consultor da Red Bull, não foi fácil controlar a calma do atual campeão sobre a falha no acionamento do DRS

F1: Marko justifica ordens sobre Pérez e Verstappen e ironiza melhora da Mercedes: "Ainda não nos desafiam"
Carregar reprodutor de áudio

Apesar do segundo lugar no GP da Espanha de Fórmula 1, Sergio Pérez não escondeu seu descontentamento com a ordem que recebeu da Red Bull, de não segurar Max Verstappen. Mas o consultor Helmut Marko justificou a ação, afirmando que não teria como o mexicano segurar o companheiro de equipe com os pneus que tinha no momento.

Ao ser questionado se entendia o descontentamento de Pérez, Marko disse: "É a mesma história que com Max [suas reclamações pelo rádio]. Ele não entendia o que estava acontecendo. Mas eles estavam em estratégias diferentes: Max com três paradas e Checo com duas".

Leia também:

"Nunca teria conseguido [segurar a posição] com esses pneus porque Max era muito mais rápido. Assim, era interessante para a equipe jogar assim. Não somente porque isso daria a Max a liderança do mundial, mas também garantiria a dobradinha".

Pérez ainda precisou ir aos boxes pela terceira vez antes do fim da prova para garantir o ponto da volta mais rápida. Marko afirmou que a situação teria sido diferente se tivessem liberado a disputa. Além disso, acrescentou que as altas temperaturas voltaram a ser um rival, aumentando a importância de evitar uma disputa entre eles.

"Também tivemos as altas temperaturas. Era possível ver que Hamilton começava a sofrer com problemas de motor. E estávamos no limite. Assim, nos focamos em Russell, garantindo que estaríamos à sua frente".

Marko ainda recordou o momento difícil vivido pela Red Bull na Austrália, onde Verstappen abandonou pela segunda vez no ano com problemas técnicos, o deixando a 46 pontos de Leclerc, uma situação muito diferente da atual.

O holandês venceu pela terceira vez consecutiva graças ao abandono do rival e agora lidera o Mundial pela primeira vez no ano.

"Foi neste momento em que todos disseram que era o nosso fim", refletiu Marko. "Disse que ainda restavam corridas suficientes e que voltaríamos".

Apesar da vitória, o GP da Espanha não correu sem problemas para Verstappen, com uma escapada da pista no começo da prova e falhas na ativação do DRS, que atrapalhou seu avanço durante a corrida.

Segundo Marko, não foi fácil manter a calma do holandês neste momento: "Mas, o que poderia ser feito? Não dá pra explicar na hora com detalhes o problema, já que ele precisa pilotar na pista".

O consultor ainda terminou falando que a melhora da Mercedes não o preocupa. Com um sorriso no rosto, disse: "Eles estão se aproximando, mas ainda não conseguem nos desafiar!".

VÍDEO: Qual é o melhor piloto da temporada 2022 da F1 até agora?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ferrari envia motor de Leclerc para investigação em Maranello
Artigo anterior

F1: Ferrari envia motor de Leclerc para investigação em Maranello

Próximo artigo

F1: Vettel persegue ladrão com scooter após furto de pertences de piloto

F1: Vettel persegue ladrão com scooter após furto de pertences de piloto